Elastos ELA

$2.82
Market Cap $ 42.504 MM (#103)
24h Volume $ 5.035 MM
Chg. 24h: 1.67%
Algo. score 3.8/5  (#81)
Show Quick Stats

Elastos News

Vitalik Buterin: Ethereum é um smartphone enquanto o Bitcoin é uma calculadora

Ethereum é a segunda maior criptomoeda do mundo em termos de capitalização de mercado, ela é amada por corretoras de criptomoedas e é listada na maioria delas, mais do que qualquer outra altcoin. Quando o Bitcoin atingiu o valor recorde de mais de US $ 20.000, em dezembro de 2017, Ethereum valia cerca de 400 dólares. Para seu criador, Vitalik Buterin, seu projeto tem muitas vantagens sobre o Bitcoin, e ele orgulhosamente ilustrou com palavras simples por que sua “segunda geração de blockchain” tem méritos suficientes para ser a altcoin mais importante no mercado. Vitalik: “Eu estava bastante envolvido na indústria de Bitcoin” Ele explicou que durante um período de cerca de dois anos ficou bastante envolvido na comunidade Bitcoin, ele não apenas começou a participar ativamente da comunidade, mas também se envolveu em vários projetos relacionados a criptomoedas, até que deixou a universidade para se envolver completamente em atividades relacionadas ao desenvolvimento de tecnologias de blockchain. Mais tarde, ele percebeu que o Bitcoin poderia evoluir. Ele começou a estudar a possibilidade de expandir as capacidades do Bitcoin, mas acabou decidindo dar um passo adiante, desenvolvendo uma blockchain nova e mais eficiente. A evolução que começou com o projeto Ethereum abriu um quadro de opções para os usuários da mesma forma que os smartphones mudaram a forma como a sociedade se comporta. Ele queria explicar como ele chegou a ideia da Ethereum. Ele disse: “Logo depois de abandonar a faculdade, comecei a perceber que havia coisas muito mais interessantes para fazer com blockchain do que apenas uma moeda peer-to-peer. E foi algo que outras pessoas estavam começando a perceber ao mesmo tempo. Eu tive essa idéia de que a blockchain era uma linguagem de programação embutida como uma espécie do que eu pensava ser a maneira mais simples e lógica de construir uma plataforma que pudesse ser usada para muitos mais tipos de aplicativos ”. Vitalik comparou as diferenças entre as duas blockchains como a diferença de uma calculadora versus um smartphone. Embora o Bitcoin possa fazer uma coisa muito bem, a plataforma ethereum dá aos usuários e desenvolvedores uma estrutura mais ampla de possibilidades graças aos contratos inteligentes e dApps. Ele disse: “Pense na diferença entre algo como uma calculadora e um smartphone, onde uma calculadora faz uma coisa e faz uma coisa bem. Mas, na verdade, as pessoas querem fazer todas essas outras coisas. E se você tiver um smartphone, então você tem uma calculadora como um aplicativo, você tem um tocador de música como um aplicativo, você tem um navegador da Web como um aplicativo e praticamente todo o resto”. Esta, no entanto, não é a primeira vez que Vitalik fala negativamente sobre o Bitcoin. Na semana passada, ele twittou sobre o XRP, afirmando que “é melhor do que o Bitcoin“. Algumas pessoas acreditam que ele estava apenas sendo irônico. A plataforma Ethereum finalmente conseguiu implementar sua atualização Constantinopla. Essa conquista começa o caminho para a Etheruem 2.0 e pode ser o primeiro passo para alcançar um blockchain escalável, rápida e eficiente, com capacidade para processar até 1 milhão detransações por segundo. Saiba mais em Vitalik Buterin: Ethereum é um smartphone enquanto o Bitcoin é uma calculadora

12 days ago

In our Spotlight Series 2, we take an in-depth look at how E...

In our Spotlight Series 2, we take an in-depth look at how Elastos addresses scalability with our unique sidechain… https://t.co/zRI7f6sVY3

12 days ago

BBOD Review: The ‘Next-Generation’ High-Speed Cryptocurrency Futures Trading Platform

Blockchain Board of Derivatives (BBOD) is a hybrid and semi-decentralized trading platform for cryptocurrency futures. Announced on Dec. 8, 2018, the exchange allows stablecoin deposits and does not control or store clients’ crypto holdings. After several months of hard work, the BBOD trading platform testnet is now live with the mainnet expected to go live soon. BBOD Key Features BBOD is a cryptocurrency futures trading platform that has stablecoin deposits, non-custodial accounts, margin available, and more. We take at some of these key benefits in more detail below. Bitcoin and Altcoin Trading With up to 50x Leverage The trading platform allows users to buy and sell futures contracts on 16 digital assets. That includes Bitcoin, Ethereum, Ripple, EOS, Binance, Litecoin, Stellar, Cardano, IOTA, Monero, NEM, ICON, Elastos, Decred, Digibyte, and TUSD. All trading contracts are denoted against the stablecoin TrueUSD (TUSD). Many traders will find this advantageous over the other crypto futures trading platforms that all currently use Bitcoin as the settlement currency. In total, BBOD gives traders access to more than 100 different cryptocurrency contracts and the opportunity to profit from both rising and declining prices. Screenshot of the BBOD crypto futures trading platform Stablecoin Deposits The stablecoin TUSD is used to denominate all the profits, losses, and account balances. This stabilizes profits and removes the substantial exchange rate risk that arises from using highly volatile cryptocurrencies such as Bitcoin and Ethereum. Non-custodial Accounts This is a very important feature because it focuses on security and traders’ peace of mind. BBOD will not store users crypto holdings on the platform, but will instead create users their own personal smart contract wallet stored on the Ethereum blockchain network. This means that users store and manage their own private keys. The safety of cryptocurrency exchanges has been in the spotlight recently due to exchange scandals involving private keys and user funds. The industry is moving into an era where users need to have more control of their own crypto holdings instead of surrendering it to exchanges that are constantly targeted by hackers with nefarious intentions. Source: BBOD.io No KYC The platform supports anonymous trading as there is no Know-Your-Customer (KYC) procedure required. Users just need to sign on the platform using their email addresses and immediately start trading. High-performance Matching Engine The exchange has a high-performance engine that can perform up to 1.25 million messages per second. The engine is known for its low latency and high capacity. Trades are executed immediately on an off-chain ledger so users do not have to wait for the blockchain to confirm transactions. Blockchain Settlement The exchange supports on-chain settlements. The smart contract account balances of the users are updated once a day on the blockchain. The conditions for the update are programmed into the smart contract. The on-chain settlements have some of the traditional advantages of a blockchain: Transparency - messages are publicly broadcasted so that everyone can see them Unchangeable - the data cannot be altered once it has been entered Fully autonomous Secure - the update process uses mathematical properties of settlement vectors to keep hackers out Transactions on the blockchain are known for being slow and second-layer solutions are being developed to minimize the waiting time. Trading on BBOD is confirmed on the exchange’s servers and sent to the blockchain for settlement only once a day. As a result, there is no need to wait for the blockchain to confirm the trades on the platform. BBD Token The native token on the BBOD ecosystem is the BBD token. It is an ERC20 token issued on Ethereum, a pioneer in blockchain smart contracts. BBD is a utility token with several core utility functions including: All trading fees on the BBOD exchange can be paid in BBD Discounts for trading fees Participate in BBD giveaways under the BBOD lottery system Take part in trading competitions Pay for trading strategy courses Buy or rent algorithmic trading bots The total supply for BBD tokens is 117,382,569 and the maximum supply is 275,803,582. The BBOD team says that the total token supply is less than the maximum supply because of a token migration carried out in 2018. According to BBOD: “BBD token-holders migrated the tokens from the old contract address to the current contact address. As a result, BBD token-holders received additional BBD tokens. The split ratio was 100-for-1.” The exchange plans to organize BBOD Lottery events on weekly basis. This exposes the platform users to attractive rewards. The distribution of the BBOD token is very concentrated with the top 5 holders accounting for 70.34 percent of the token supply. Registering and Trading on BBOD Exchange The registration is smooth as it does not involve KYC procedures. Users only need to have

14 days ago

Elastos (ELA) Founders Invited to Speak at the World Bank for a Second Time

On February 22nd, Elastos co-founders Feng Han and Kevin Zhang were invited to deliver a presentation to the World Bank entitled, “Blockchain, Trusted Computation and The Modern Internet.” It appears the presentation piqued the organizations interest because the World Bank Lead Security Architect Zhijun Zhang invited the Elastos Co-Founders back for another meeting on “Modern Internet and Trusted Computation” to take place in San Francisco on March 8th. Backing from a global powerhouse like the World Bank would put the ELA project on the map, and likely elevate it into the top 10. (JF)

18 days ago

This week Elastos published our financial report, a technica...

This week Elastos published our financial report, a technical update, and we get to take a deeper look at Neo Smart… https://t.co/0a1tl1qww0

18 days ago

Homem revela como Ripple (XRP) pode chegar a US$ 10 mil

Por: Livecoins O preço da Ripple (XRP) pode chegar a US$ 10 mil segundo Mark Phillips. O entusiasta explicou em uma teoria publicada recentemente o que poderia elevar o preço da criptomoeda de forma tão absurda. Para o norte-americano, esse deve ser o futuro da terceira maior criptomoeda atualmente no mercado. Crescimentos inesperados podem acontecer para qualquer criptomoeda. Em vários momentos, alguns preços saltaram de forma completamente inexplicável no mercado. Desse modo, muitos investidores já ganharam muito com essas movimentações. Por outro lado, determinados projetos já trazem consigo alguns objetivos audaciosos, como a Ripple (XRP). Ripple aposta em soluções para liquidez de pagamentos envolvendo o sistema financeiro tradicional A criptomoeda Ripple (XRP) faz parte de um emaranhado de soluções tecnológicas ligadas a marca Ripple. Além de um ativo digital, a empresa aposta em softwares que atendem ao mercado financeiro tradicional, como o Xcurrent, por exemplo. Essas e outras ferramentas da Ripple pode garantir uma expansão jamais vista pela organização. A Ripple foi criada baseada em um sistema voltado para a liquidez de pagamentos e transações transfronteiriças. Além disso, a plataforma possui uma velocidade inquestionável em suas transações e baixo custo operacional. Dessa forma, esses atrativos poderiam fazer com que a Ripple (XRP) fosse amplamente aceita em todo o mercado. “O principal caso de uso da XRP é permitir pagamentos internacionais mais rápidos, mais baratos e mais confiáveis ​​do que os sistemas existentes, como o SWIFT.” Entusiasta cripto explica como altcoin pode chegar a US$ 10 mil Por mais que o Bitcoin (BTC) seja a maior criptomoeda atualmente, ainda não existe a adoção de um ativo base, que representaria todo o mercado. Sendo assim, a Ripple (XRP) poderia ser a grande escolhida. E para que essa altcoin chegue a US$ 10 mil, um grande movimento deveria acontecer no mercado. Segundo Mark, a Ripple pode criar um ambiente propício a sua utilização global. Após a conquista de instituições bancárias, todo o ecossistema do mercado criptográfico poderia funcionar dentro da plataforma Ripple. Isso significa que a empresa poderia oferecer negociações com outras criptomoedas em alguns de seus softwares, por exemplo. Did @Ripple design #XRP to be worth $10,000? I think it was and provide some evidence: https://t.co/zEn4RypKff What do you think? @digitalassetbuy @Hodor #xrpcommunity #xrpthestandard pic.twitter.com/wE0EMcGBE9 — Mark R. Phillips APR (@Mark_Phillips) February 18, 2019 Criptomoeda foi projetada para valer mais Esse movimento no mercado deve ser marcado por uma expressiva intenção de domínio da Ripple. Como a empresa já possui vários clientes bancários, como o Santander, por exemplo, esse domínio poderia acontecer após a consolidação da Ripple no sistema financeiro tradicional. Segundo Mark, a criptomoeda foi criada para operar neste valor. Na análise publicada, o entusiasta cripto fala sobre a divisibilidade da Ripple (XRP). Para ele, a altcoin não pode ter sido projetada para valer tão pouco como é cotada atualmente. “As decisões de design que entraram na criação da estrutura da XRP me levaram a acreditar que ela foi projetada para operar a US $ 10.000 e para atender a um mercado verdadeiramente global.” Atualmente altcoin vale cerca de US$ 0,32 no mercado Com a negociação de todo o mercado praticamente, o preço da Ripple (XRP) poderia ser cotado em cerca de US$ 10 mil. Por outro lado, esse valor parece ser difícil de ser alcançado. Atualmente a Ripple (XRP) vale US$ 0,32, um preço muito longe da previsão do entusiasta Mark. O norte-americano publicou um texto em que explica como esse impressionante aumento poderia acontecer. Mark também falou que a Ripple possui uma plataforma e um desenvolvimento operacional que seria capaz de tornar toda essa previsão uma realidade. Mais informações em Homem revela como Ripple (XRP) pode chegar a US$ 10 mil

25 days ago

Usuário paga R$ 1.6 milhão de taxa para transferir apenas R$ 70 em criptomoeda - Ethereum

Por: Livecoins Uma das vantagens da tecnologia blockchain é que ela é aberta e permite que qualquer pessoa veja o que está acontecendo em tempo real na rede. Assim, uma transação aleatória na blockchain da Ethereum (ETH) revelou que alguém enviou 0,1 ETH pagando uma taxa de transação de 2.100 ETH. Esta é a maior taxa de transação para um pagamento com criptomoedas já registrado na história, seria um erro de desenvolvimento? Foram quatro transações que tiveram uma transferência de aproximadamente US $ 19 ou menos de 0,15 ETH de um endereço específico da carteira de ethereum, e foram cobradas US $ 454.500 em taxas de transação na rede Ethereum. Na primeira transação, o usuário enviou 0,01 ETH (US $ 1,47) e pagou uma taxa de transação de 210 ETH (aproximadamente US $ 30.850). As duas transações seguintes tiveram o dobro do valor cobrado pela transferência de apenas $ 2,94 em ETH, enquanto a mais ultrajante foi a taxa ETH 2100 ($ 308,553) cobrada pela transferencia de apenas $ 14,69 ou 0,1 ETH. Transação Ethereum Apenas um erro Algumas pessoas no Reddit sugeriram que a taxa absurda foi paga por engano e, provavelmente, por uma pessoa idosa que não está familiarizada com a transferência de criptomoedas. No entanto, não somos muito rápidos em concordar porque, ao examinarmos mais de perto o mesmo endereço público, isso mostra que outras transações dessa natureza ocorreram. Por exemplo, uma hora antes do primeiro pagamento, uma taxa de 420 ETH ($ 61.744,20) foi paga para enviar 0,02 ETH ($ 2,94). Da mesma forma, 210 ETH (US $ 30.857,40) foram pagos em taxa para transferir 0,01 ETH (US $ 1,47) e 840 ETH (US $ 122,715.60) para enviar 0,02 ETH (US $ 2,92). Os erros podem ser cometidos em sucessão mesmo depois que o limite de gás padrão foi definido para 2100? Parece ultrajante! A carteira em questão detém atualmente cerca de US $ 86.000 e, até o momento, já foram feitas 17.694 transações. Lavagem de dinheiro Não há como negar que criptomoedas são uma das ferramentas usadas para lavar dinheiro; Não é surpresa que esse seja o segundo pensamento que me vem à mente. Pressupostos, portanto, foram feitos para que quem enviou o dinheiro, está procurando uma maneira de manter seus fundos obtidos ilegalmente sem deixar uma pegada. Nesse caso, eles podem ter optado por pagar em criptomoedas, mas decidiram não transmitir a transação pela rede. Como resultado, outros mineradores que só são recompensados ​​por serem os primeiros a encontrar o próximo bloco, não o localizarão. Isso significa que o bloco ainda está aberto para o remetente do pagamento localizar e ainda reivindicar seus US $ 308.000. Velocidade de Transação Pagar essa taxa alta também pode ser atribuído à necessidade do remetente do pagamento ser entregue em questão de segundos. É um fato conhecido que quanto mais altas as taxas, mais rápida a transação no Ethereum e até na blockchain do Bitcoin acontecerá. No entanto, ainda faz pouco ou nenhum sentido, devido à pequena quantidade que foi transacionada. Fora isso, os usuários do Reddit fizeram recomendações sobre criptomoedas que podem fornecer velocidade de transação mais rápida e sem cobrança de altas taxas. Alerta vermelho para os dApps Este é um lembrete oportuno para outros projetos que constroem aplicativos descentralizados (dApps) na blockchain do Ethereum, para realizar verificações adequadas antes de liberar seus aplicativos para a rede principal. Enquanto isso, o fato também levanta uma dúvida sobre se os projetos de baixo orçamento devem se basear na rede Ethereum ou se contentar com outras plataformas dApp rivais, como TRON ou EOS. Gastar mais de US $ 450 mil em taxas de transação aparentemente irreversíveis seria uma perda significativa para esses tipos de projetos e, a menos que um plano de compensação seja estabelecido, construir em outro lugar pode ser a única opção para mitigar o risco. O artigo Usuário paga R$ 1.6 milhão de taxa para transferir apenas R$ 70 em criptomoeda - Ethereum foi publicado originalmente em Livecoins.

a month ago

Simbolo do Bitcoin no teclado do Iphone é a nova febre das criptomoedas

Por: Livecoins Se você chegou agora no mercado de criptomoedas há uma coisa que você precisa saber: na cripto esfera, onde todos procuram sinais de que a adoção e aceitação das moedas digitais está aumentando, até mesmo as pequenas coisas podem causar empolgação exagerada. E hoje nós temos um fato - parece que quase todo mundo no mercado de criptomoedas está procurando pelo símbolo do Bitcoin (₿) em seus iPhones. O teclado do Google em iPhones agora tem um sinal do Bitcoin quando você pressiona o símbolo do dólar. Mas ninguém sabe exatamente quando o símbolo foi adicionado e porque não está disponível em telefones com Android. Para achar o símbolo, verifique se você está usando o teclado do Google, e não o padrão da Apple, segure o símbolo do dólar para ver um pop-up de vários dos principais símbolos monetários do mundo. O símbolo do Bitcoin está localizado na extrema esquerda. Embora o símbolo compartilhe algumas semelhanças com a moeda Baht da Tailândia, o Baht tem uma única linha até o final - ao contrário das duas linhas do Bitcoin na parte superior e inferior. Alguns entusiastas entenderam que a adoção está realmente acontecendo - enquanto os mais extremos já enxergam uma explosão no futuro. Embora isso possa não significar nada, um pequeno sinal de aprovação é certamente bom, especialmente com a recente queda das moedas. Wow I just noticed that the ₿ symbol is now the first currency when u long press $ on Google keyboard... Does everyone know this? Bitcoin is becoming pervasive everywhere @APompliano pic.twitter.com/2hWDuBit3X — JP [ ₿⚡️] (@jpthor__) February 18, 2019 Esse recurso ainda não está disponível em telefones Android, e não há nenhuma indicação de que possa estar disponível a qualquer momento em breve. Além disso, nem todos os teclados do Google no iPhone oferecem essa possibilidade, já que usuários da França alegaram no Twitter que não conseguiram encontrar a opção. Além disso, alguns usuários reclamam que quando clicam no símbolo, ele se transforma em $ - mas é possível que isso seja apenas uma falha temporária. Enquanto isso, os usuários de computador podem não saber que podem digitar o símbolo Bitcoin desde junho de 2017, pois ele faz parte do Unicode 10.0, com o código U + 20BF ​​(₿). Como apenas algumas fontes contêm o símbolo do Bitcoin, uma fonte especial foi criada pelo usuário Theymos, principal administrador do fórum BitcoinTalk. A fonte consiste apenas no símbolo do Bitcoin (BTC) usado no glifo para a letra maiúscula B. O texto “BTC” pode ser inserido e estilizado com essa fonte, fazendo com que ela seja substituída inteiramente por apenas o símbolo nos sistemas que suportam esta fonte, enquanto em outros sistemas o texto “BTC” é retido. Da mesma forma, copiar e colar o texto ainda manterá “BTC”. Esse método é usado no BitcoinTalk e no Wiki Bitcoin. O artigo Simbolo do Bitcoin no teclado do Iphone é a nova febre das criptomoedas foi publicado originalmente em Livecoins.

a month ago

On Feb 20th the Elastos team will perform an upgrade between...

On Feb 20th the Elastos team will perform an upgrade between UTC 2:00 AM to 10:00 AM. The browser and all ELA walle… https://t.co/WOA3DyLPkm

a month ago

Blockchain - Implementação e possíveis mudanças no nosso cotidiano

Por: Livecoins Quando embarcamos no mundo de criptomoedas uma das palavras que mais encontramos é a famosa blockchain. Por ser um termo novo, muitos de nós não sabemos exatamente do que se trata, mas sabemos que nela existe um grande potencial de mudanças. Qual tipo de mudanças podem acontecer no nosso cotidiano uma vez que a tecnologia blockchain for implementada em outros setores? Para entender as mudanças, primeiro temos que perguntar: Porque precisamos da Blockchain? A blockchain em si não é muito eficaz, ela é mais devagar do que muitos recursos que já existem. Isso devido ao consenso necessário entre todos os integrantes da rede. As pessoas que estão espalhadas pelo mundo e que fazem parte de uma certa rede tem que se juntar e concordar com o estado do que está acontecendo no momento, a todo momento. O consenso em si, é a mágica da blockchain. Caso a rede queira implementar alguma mudança no código da blockchain, por exemplo, os integrantes têm que se juntar. Mais importante concordar com a nova direção da blockchain. Uma vez que todos estiverem de acordo a mudança pode então ser implementada. O resultado desse consenso, é uma network distribuída, imutável, segura. E também sem uma entidade de confiança por trás. A blockchain em si, é uma forma de descentralizar, mas nem tudo deve ser descentralizado. Em muitos setores um simples banco de dados é mais eficaz que a utilização da blockchain. Mas em outros a blockchain realmente pode trazer grandes soluções que poderão mudar nosso cotidiano. Algumas mudanças já estão acontecendo. Uma delas, tokenização, foi possibilitada por plataforma Dapps como a Ethereum e a EOS que estão cada vez mais populares. Outras aplicações para Bitcoin e Litecoin estão sendo desenvolvidas agora, com a invenção das “side chains”. Soluções como a Lightning Network e Color Coins também vão possibilitar a utilização da Bitcoin e Litecoin blockchain de várias formas. Sem congestionar a camada base da blockchain. Dinheiro é a maior mudança de todas desde da invenção da blockchain. As moedas criadas na blockchain não foram emitidas por um governo, ou uma entidade de confiança centralizada e sim pela network. Além disso, a contabilidade da blockchain está aberta para todos. Ao mesmo tempo, a identidade de cada um é protegida. Uma das maiores formas de resgatar privacidade e autonomia no mundo de hoje. Moedas como Bitcoin, Litecoin ou Ethereum também podem sem comercializadas mundialmente. Todas essas vantagens fazem com que o dinheiro digital seja cada vez mais atraente. Proteção de identidade também é um setor que tente a crescer com a invenção da blockchain. Todas as soluções para identificações e sistemas de identidade que são usados hoje são emitidos pelos governos, e órgãos centralizados. No caso a blockchain pode ser implementada para resgatar a privacidade do usuário. Uma sugestão dada por Franklyn Richards, Diretor da Litecoin Foundation, é a criação de um passaporte digital, que minimiza a burocracia de imigração e garante segurança de verificação. E também, que revela menos informação sobre o usuário. No cotidiano, por exemplo, se alguém gostaria de saber se somos maiores de 18 anos, ao invés de ter que revelar a data de nascimento, e outras informações disponíveis o passaporte digital, por exemplo, simplesmente indicaria válido. Um sistema simples de validação sem ter que revelar grandes informações. No setor de finanças as possibilidades da blockchain são infinitas. O nível de transparência proporcionado pela blockchain vai continuar facilitando o funcionamento dos bancos, das corporações e organizações. JPMorgan, por exemplo, anunciou recentemente a criação de sua cripto moeda JPM e outros bancos vão seguir o mesmo trajeto. No cotidiano, transações globais e regionais de alto custo interno para os bancos já estão sendo eliminadas pelo uso da blockchain. Outras funcionalidades também estão sendo desenvolvidas e cripto moedas como Ripple, Stellar e outras foram criadas com finalidade de criar soluções para bancos e corporações. No setor social, uma variedade de aplicativos estão sendo desenvolvidos que vão facilitar o envio de cripto moedas, ou melhor, valores. Pessoas vão poder enviar cripto moedas por mensagem de texto, e outras plataformas sociais e isso pode mudar como as pessoas vão interagir online. Doações, por exemplo, poderão ser feitas diretamente ao necessitado, pagamentos serão diretos e sem fronteiras, mais importante de baixo custo para os usuários. As pessoas que hoje não tem acesso a um pouco poderão finalmente ter acesso a vários recursos e vários serviços online. Concluindo as mudanças que podemos esperar no nosso cotidiano serão muitas. Após apenas 3 décadas desde a invenção da internet não conseguimos imaginar o mundo sem ela. A invenção da blockchain é bem similar, apesar das mudanças serem graduais e quase imperceptíveis. Eventualmente, a tecnologia vai fazendo parte de nossas vidas e quando acordamos já estamos vivendo em uma outra realidade. Por: M

a month ago

Como será o PoS da Cardano (Ouroboros)?

Por: Livecoins O advento da tecnologia Blockchain resolveu um problema conceitual antigo, até então sem solução na computação: o “problema dos generais bizantinos”. A ideia foi lançada em uma lista de discussões criptográficas em 2008. Assim nascia o Bitcoin. Em 2009 sua aplicação começou a rodar. Hoje, em 2019, a rede comemorou seus 10 anos de funcionamento sem apresentar uma queda sequer. Bitcoin radicalizou todos os referenciais conhecidos em termos estabilidade e segurança. Mas o sistema utilizado não é perfeito. Seu consenso distribuído desperdiça um montante inacreditável de energia e força computacional. Alguns projetos trouxeram soluções para este problema. Uma delas é o “consenso” por meio de apostas ou stakes, que dispensariam gastos exagerados em energia. Este foi o modelo adotado pelo projeto Cardano. Este “consenso” foi um dos carros chefes para a adesão de sua Initial Coin Offering (ICO) que ocorreu de 2015 à 2017. Foram arrecadados valores equivalentes à época ao total de 62 milhões de dólares americanos. Em janeiro de 2018, com alta do mercado, o projeto chegou a valer 29 bilhões de dólares americanos. O cientista responsável pela concepção do protocolo de prova de participação (proof-of-stake) se chama Aggelos Kiayias. O “consenso” ficou conhecido como o primeiro proof-of-stake (PoS) seguro do mundo. Foi batizado de Ouroboros. Aggelos Kiayias, cientista chefe da IOHK Cardano também chamou muita atenção pelas abordagens adotadas para seu desenvolvimento. O projeto apresentou o primeiro protocolo a ter: Uma abordagem de pesquisa científica e matemática; Uma abordagem de revisão por pares; Uma abordagem de métodos formais; Tudo para garantir que o código escrito seja seguro, simples, elegante, com baixo índice de erros e que se comprove matematicamente fazer o que é pretendido. Foto comprovando que a especificação da linguagem Plutus cabe em um pequeno guardanapo “O caminho do cultivo sempre vai em direção à simplicidade.” - Bruce Lee Proof-of-work ou proof-of-stake? Basicamente proof-of-work(PoW) é um método de consenso digital baseado em colisão de hashes. Produz um consenso descentralizado com cálculos pesados e harware especializado. O Bitcoin utiliza o proof-of-work. Por meio desses cálculos a rede Bitcoin seleciona “líderes” para criar seus blocos e receber uma recompensa. O proof-of-stake(PoS), por sua vez, resolve o problema do consenso por meio de “sorteios” para produção de blocos. Ambos os métodos recompensam seus líderes pela geração de blocos. Proof-of-work segundo Satoshi Nakamoto: “ The proof-of-work is a Hashcash style SHA-256 collision finding. It’s a memoryless process where you do millions of hashes a second, with a small chance of finding one each time.” Cardano utilizará um PoS dinâmico (dPoS) que permitirá delegação, batizado de Ouroboros. Também desenvolverá um sistema de votação em seu consenso. Assim poderá implementar um democracia líquida embarcada para a gestão do projeto. Ouroboros Cardano teve sua mainnet própria lançada em Setembro de 2017. Após 1 ano de funcionamento de sua rede principal, em Setembro de 2018, o paper de seu PoS (Ouroboros) foi revisado por pares. Com a especificação matemática do modo de funcionamento do protocolo, a equipe de Engenharia começou a trabalhar no código. Ouroboros: “aquele que devora a própria cauda Lançamento A última estimativa prevê que o PoS seja lançado em Q1-2019. Ou seja: até 31/03/2019. Iniciando a cunhagem de novas moedas em uma rede de testes. A equipe técnica decidiu lançar uma versão básica e reduzida do protocolo (Ouroboros-BFT) e migrar esse rascunho para uma versão maior conhecida como Ouroboros Genesis. O protocolo Ouroboros-BFT já está completo e deve ser lançado assim que o “Repositório de Perguntas e Respostas” sobre o stake estiver finalizado. Como será o lançamento? Existe um caminho esboçado para implementação completa da fase Shelley, começando na fase Byron (1.N). A IOHK pretende lançar uma sequência de atualizações em um curto intervalo para testar cada passo da nova fase do projeto. 1.5 É a primeira atualização da Shelley, ela remove o protocolo Ouroboros classic (vigente) e adiciona o Ouroboros BFT 1.6 O projeto deverá desacoplar a carteira de sua camada base, chamada Cardano-SL 1.7 Cliente Rust e novo código Haskell para substituir o Cardano-SL (base) antigo e incluir a nova cadeia de blocos Cardano e a nova rede Cardano, que foram construídas usando especificação formal. 1.8 Incluirá alguns outros recursos da fase Shelley, como uma central de delegação, na Daedalus Carteiras com stake Atualmente existem duas equipes trabalhando no mesmo protocolo. Uma mais ágil[1], no estilo Silicon Valley de trabalhar. Esta equipe trabalha na linguagem Rust e seu foco é uma das carteiras digitais oficiais do projeto, chamada Yoroi[1]. Outra equipe é mais disciplinada, voltada a especificação formal e utilização da linguagem Haskell. Seu foco é a carteira Daedalus. A equipe que finalizar primeiro uma versão alfa

a month ago

Ravencoin, Elastos & More Upcoming Trading Tokens

There are some upcoming trading tokens that have caught the eye of some keen crypto enthusiasts over the past few weeks which have the potential to be big. Throughout this article, we are going to go through a few upcoming trading tokens including, Elastos, Ravencoin and DeepBrain Chain. Elastos (ELA) Elastos is one of the initial operating systems which will be utilising blockchain technology to verify the identities of users, machines and applications. The operating system will be running on the Raspberry Pi operating system, on Internet of Things and on mobile devices. There are three different repositories for the separate segments which are Elastos.OS, Elastos.RT and Elastos.NET. The use of blockchain will remove the stretched out schedules carried out by intermediaries and make the internet ecosystem much more automated and secure. The blockchain network of Elastos is designed to support the main chain with each dApp getting the green light of its own sidechain. Based in China, the team has been working with both Bitmain and NEO in forming the “G3 of China.” The firm has currently raised over $90 million in its funding rounds with the project being designed to give users complete ownership and control of their digital assets which brings in direct competition to giants such as Ethereum and EOS. Ravencoin (RVN) The aim of Ravencoin is laid out very clearly - designing and transferring digital assets on a blockchain platform. The project came from the open-source fork of the original Bitcoin code with a specialised use case. As reported by The Fintech Times, “Its x16r algorithm is being crafted specifically to combat top-heavy mining pools and ASIC mining equipment. Ravencoin didn’t hold an initial coin offering (ICO) and doesn’t keep any RVN in a founders’ pool.” The team is based in the United States with users and businesses are allowed to create their own tokens at the expense of some of their Ravencoin tokens. Ravencoin has also built active communication layers above their token-based system allow the participants of the transaction to get involved and communicate securely privately. Deep Brain Chain (DBC) DBC is attempting to build a blockchain based neural network training platform to connect computers around the world. There will be a token running on this platform known as DeepbrainCoin and will be utilising the smart contracts of the NEO platform. This project is set to help improve the functionalities of the smart contract with the help of a decentralised AI driven network.

a month ago

Blockchain e Criptomoedas são destaque na 12ª Campus Party Brasil

Por: Livecoins Solta no ar, a jovem sobrevoa uma cadeia de montanhas. A sensação é maravilhosa e seu coração está acelerado. Não é pra menos. Afinal, esta é a primeira vez que ela voa de asa-delta. O único detalhe, caro leitor, é que a descrição acima não passa de uma simulação em 3D. E ela pode ser conferida em um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, a Campus Party Brasil (CPBR). O simulador de asa-delta é apenas uma das atrações do evento, que ocorre entre os dias 12 e 17 de fevereiro no Expo Center Norte, em São Paulo. Apresentando sua 12a edição, a Campus Party reúne amantes do empreendedorismo, inovação, games, cultura pop e, claro, criptomoedas e blockchain. Durante os 5 dias de evento, quase 20 palestras e workshops serão direcionados ao tema cripto. Com assuntos que vão desde os primeiros passos para começar no desenvolvimento de blockchain, passando pelo futuro dos games digitais, até uma oficina prática voltada para crianças, que pretende explorar o dinheiro e os trabalhos do futuro. Outra novidade é estreia da Oracle, empresa americana especialista no desenvolvimento de software, hardware e banco de dados. A multinacional está patrocinando o espaço WS Blockchain, que terá intensa programação voltada para o tema. Invasão cripto Os palestrantes não deixam a desejar. Um dos nomes mais esperados da noite de ontem (13) foi Jake Yocom-Piatt, conhecido no ecossistema descentralizado por ser o líder do projeto Decred, criptomoeda com foco no desenvolvimento e adepta do sistema híbrido PoW e PoS, prova de trabalho e prova de participação, respectivamente. Em sua conferência, Segurança de Criptomoedas e Adaptabilidade, Yocom-Piatt discutiu, no palco Feel the Future, as propriedades do Decred, ao mesmo tempo em que analisou os sistemas de consenso usados pelas criptomoedas modernas. De acordo com o palestrante, o protocolo puramente PoW requer um investimento de larga escala em hardware para a mineração, enquanto que um sistema exclusivamente PoS corre um risco maior de acabar centralizado nas mãos de alguns players. Sob o olhares atentos dos campuseiros, Yocom-Piatt encaminhou a discussão para as vantagens dos sistemas híbridos, presente em criptomoedas como Dash e a própria Decred, destacando a segurança, o senso de comunidade e a participação ativa do investidor, como pontos fortes. Já Marjorie Damasco, Product Marketing da Bettha - Betther Than, foi destaque no palco Blockchain, Criptomoedas e Suas Disrupturas Reais e Potenciais, ao explicar as bases que norteiam a tecnologia e sua aplicação no Brasil. Apesar de utilizar alguns exemplo de como as criptomoedas e a blockchain estão cada vez mais presente no cotidiano das pessoas — citando empresas nacionais focadas na tecnologia em bloco, como é o caso da Original My — Damasco ponderou que o movimento de descentralização no Brasil ainda é tímido, principalmente se for comparado com países mais inclinados à regulamentação das moedas digitais. Ainda dá tempo Para os interessados no maior evento de tecnologia do mundo, ainda dá tempo de garantir os ingressos, à venda no site oficial da Campus Party Brasil. Mas se a grana estiver curta, não desanime. Há uma parte do evento com circulação gratuita das 10h às 20h, entre os dias 13 e 15 de fevereiro. Já no dia 16/02, sábado, o espaço estará aberto das 10h às 16h. Também é possível conferir mais de mil horas de conteúdo, dispostas nos 8 palcos do evento, de forma online e ao vivo. Basta acessar o portal da CPBR. O que: Campus Party Brasil Quando: 12 à 17 de fevereiro de 2018 OPEN CAMPUS Funcionamento da Open Campus: de 13 de fevereiro a 15 de fevereiro: 10:00 às 20:00, com circulação de pessoas até às 21:00. Em 16 de fevereiro: 10:00 às 16:00, com circulação até às 17:00 Onde: Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme, São Paulo (SP) O artigo Blockchain e Criptomoedas são destaque na 12ª Campus Party Brasil foi publicado originalmente em Livecoins.

a month ago

Elastos ICO Investors File $200 Million Lawsuit Against Elastos and Huobi

A New York County Clerk filing shows that an individual by the name of Mark Owen has filed a lawsuit against several defendants, including the Elastos Foundation and Huobi Global Limited, for breaking securities laws. According to the filing, “the Elastos (ELA) ICO and continuous follow-on sales of securities to the U.S. market conducted by the defendants are public offerings of securities as defined under federal securities law, which requires registration with the SEC pursuant to Section 5 of the 1933 Securities Act.” The plaintiff is seeking no less than $200,000,000 for compensation and damages. (JF)

a month ago

Investors File Lawsuit Against Elastos And Huobi

The creators of Elastos (ELA) and the cryptocurrency exchange Huobi may be in legal hot water, after Elastos ICO investors accused them of hosting an unauthorized securities sale. The investors have asked the New York Supreme Court to summon the the Elastos Foundation and team members, as well as Huobi and its US partner, HBUS, to answer […]

a month ago

Elastos (ELA) Announces Strategic Cooperation with ioeX to Create Voting Platform

Elastos, which is building a modern internet infrastructure powered by blockchain technology, has announced a new technical cooperation with ioeX, a decentralized peer-to-peer network blockchain ecosystem, that will see the project join forces on a voting platform that uses ioeX’s solution. Through the cooperation, ioeX will integrate the Elastos DID with its customized platform to establish a fair and credible voting platform. The ioeX platform will leverage the Digital ID (DID) to help establish ownership of personal data and to express voting integrity. (JF)

a month ago

Um evento que pode fazer o Bitcoin voltar a subir

Por: Livecoins Em janeiro o Bitcoin encontrou um nível de suporte de US $ 3500 (R$ 12.800), mas será que este é o valor mais baixo ou ainda pode cair mais? O Bitcoin tem uma quantidade finita de suprimento, que é limitada a 21 milhões de moedas. Não existe algo como um governo imprimindo mais dinheiro quando se trata de bitcoin. Nenhuma nova moeda pode ser feita além do limite de 21 milhões. Isso permite que a principal criptomoeda do mercado seja menos inflacionária do que a taxa de inflação anual controlada pelos bancos centrais, que geralmente cresce em cerca de 2%. Quando o bitcoin foi criado em 3 de janeiro de 2009, ele foi desenvolvido para liberar 50 bitcoins a cada 10 minutos para os mineradores. A cada quatro anos a quantidade de moedas liberadas para os mineradores cai pela metade. Então, em 28 de novembro de 2012, a recompensa caiu de 50 para 25. Depois, em 9 de julho de 2016, ela caiu para 12,5 moedas a cada 10 minutos. Por que isso é importante? O próximo evento de redução de recompensa (Halving) vai acontecer em 25 de maio de 2020. O valor da recompensa para os mineradores será reduzido novamente. Isso significa uma redução na oferta e sabemos que quando a oferta cai, os preços sobem. Ambas as vezes que a recompensa para mineradores diminuiu o preço do bitcoin aumentou drasticamente no ano anterior. Quando combinamos isso com o fato de que a infraestrutura de criptomoedas está sendo projetada em um ritmo acelerado, incluindo a Bakkt ganhando relevância, o futuro parece consistir de um ambiente econômico em que temos uma restrição na oferta e um aumento na demanda. Este poderia ser um grande evento que resulta em um pico de preço. Ainda temos alguns meses pela frente, e provavelmente veremos uma pressão para queda de preços, testando a marca de US $ 3200 antes que as coisas mudem, mas o fim da dor agora pode estar à vista. Observe também que isso não significa que todas as criptomoedas vão se recuperar. Infelizmente, muitos dos projetos mal conseguiram administrar seus fundos arrecadados em ICOs, o que levou à estagnação do projeto. Sem dinheiro, a maioria desses projetos deixará de existir, resultando em desgosto para seus investidores. No entanto, os projetos executados de forma adequada abrirão o caminho para o futuro e não apenas sobreviverão a essa última recessão, mas excederão seus recordes anteriores. Originalmente apareceu no NullTX O artigo Um evento que pode fazer o Bitcoin voltar a subir foi publicado originalmente em Livecoins.

2 months ago

Bitcoin: Investimento, Moeda ou uma questão de Justiça Social?

Por: Livecoins Quero falar para leigos. Para especialistas, já temos muitas pessoas falando sobre Bitcoin. Não vou me aprofundar na tecnologia e sim na funcionalidade da coisa, no para que serve, por que foi inventado. Qual o problema que veio resolver. De qualquer forma, vou começar gerando uma polêmica com os oportunistas do mercado. BITCOIN É UMA MOEDA E NÃO UM INVESTIMENTO. Sei que hoje em dia é utilizada para este fim, pois temos vários indicativos para a sua valorização - Falarei mais sobre isso em um outro texto, mas já peço de antemão aos “Holders”- vamos tirar os Bitcoins “debaixo dos colchões” e fazer circular como dinheiro, e não guardar como uma ação da bolsa de valores. O Bitcoin é uma rede, uma moeda, uma tecnologia. Uma moeda sem fronteiras, sem regulamentações de Governos ou Bancos Centrais. Uma moeda que NINGÉM PODE PARAR. Apesar de ser finita, suas transações são infinitas e ela não se deprecia pelo seu uso. Não perde cor, não perde pedaço. Uma moeda, até hoje, impossível de ser hackeada e imortal! O Bitcoin é uma questão de JUSTIÇA SOCIAL e entenda que existe uma diferença entre IGUALDADE e Justiça Social. Igualdade de oportunidades e justiça social Alguns pontos importantes para compreender o Bitcoin e, principalmente, por quê você deve fazer parte dessa REVOLUÇÃO, ajudando a disseminar essa ideia: REMESSAS INTERNACIONAIS - Mas isso é evasão de divisas. Quem disse? Em que regulamentação? Do Governo? Do Banco Central? Satoshi não escreveu nada disso no código...HAHAHA O Bitcoin foi criado para ser DESCENTRALIZADO. Isso mesmo que você entendeu! Não pertence a ninguém, não é controlado por nenhum Governo ou Banco Central, e ninguém pode ser banido por ele existir. Vou explicar e dar o exemplo do por quê. Só do Bitcoin possibilitar as remessas internacionais ele já nasceu com um propósito: os imigrantes de países subdesenvolvidos e que, na maioria, vivem abaixo da linha da pobreza, enviam dinheiro paraas suas terras natais e grande parte desse dinheiro vai para os seguintes destinos: México, India, Filipinas, Indonésia e China. Em alguns desses lugares, representam mais de 40% DA ECONOMIA LOCAL. Sentadas sobre esses 500 bilhões por ano, estão empresas como a Wester union, que tomam em média cerca de 9 % de cada uma dessas transações das pessoas MAIS POBRES DO MUNDO! COM O BITCOIN, ESSAS TRANSAÇÕES PODERIAM CUSTAR CENTAVOS. Sua divisibilidade - o bitcoin pode ser dividido em 100 milhões de partes menores chamadas “satoshis” (nome em homenagem ao seu criador, Satoshi Nakamoto). E, é perfeito para minipagamentos. A Moeda - O Bitcoin é uma moeda. Uma moeda que lançou uma das tecnologias mais disruptivas do Mundo, após a invenção da internet, chamada Blockchain. O Bitcoin, sendo uma moeda sem nacionalidade que transita livremente pelo mundo, veio para ser uma alternativa e, quem sabe até, uma solução para o sistema financeiro que conhecemos hoje. É possível transferir Bitcoins de uma carteira para outra sem passar por um intermediário. Aliás, foi para isso que o Bitcoin foi criado, para acabar com os intermediários. Mais que isso, para acabar com o monopólio dos bancos e de todo esse sistema financeiro arcaico e desenvolvido para beneficiar poucos. É muito comum vermos pessoas do mercado cripto com a seguinte estampa na camisa ” FUCK THE BANKS”. Os governos tentando banir o Bitcoin. PARA FINALIZAR, Essas foram as palavras de Christine Lagarde, diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), sobre o que está acontecendo no Mercado financeiro, principalmente com os Bancos. “A diferença será entre aqueles que serão canibalizados porque não estão vendo tudo que está acontecendo, e não estão adotando a inovação, e aqueles que se auto induzem a essa canibalização”, disse ela. Fique à vontade para me escrever: ana.elle@agenciaroe.com.br ou me adicionar em outras redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram...) O artigo Bitcoin: Investimento, Moeda ou uma questão de Justiça Social? apareceu primeiro em Livecoins.

2 months ago

Elastos (ELA) Announces its DPoS Supernode Election Process

The team at Elastos (ELA) recently announced the upcoming DPoS Supernode election process, with the DPoS election and community voting to begin in February and the first round of voting expected to be completed in April. At that point, the community nodes will begin participation in the DPoS consensus. The plan is to elect 108 participant nodes, comprised of 36 active nodes and 72 standby nodes. 12 of the active nodes will be previously elected and 24 will be elected by the community, and together the 36 nodes will confirm the blocks previously produced by PoW miners. (JF)

2 months ago

Por que o Ethereum 1.0 deu errado e o Bitcoin teve sucesso?

Por: Livecoins Por Noah Ruderman - O Ethereum não estaria passando por uma atualização completa, a menos que tivesse grandes falhas. E por que o Bitcoin tem se saido melhor? Dois fatores importantes das criptomoedas são a experiência do usuário e a economia. No mínimo, para um produto ser bem-sucedido, ele precisa ser uma alternativa atraente para um problema existente. A taxa de transação não deve exceder o valor econômico das transações reais. Juntos, estes pontos apontam para uma trajetória de alta para o Bitcoin e uma trajetória de baixa para o Ethereum 1.0. Competindo pela experiência do usuário Há um ditado que diz que para um produto substituir outro por efeitos de rede, ele precisa ser dez vezes melhor. Ele deve ser bom o suficiente para justificar os dolorosos custos de mudança. Bitcoin foi 10 vezes melhor Quem foi o primeiro concorrente do Bitcoin? O ouro vem à mente, mas a inflação do Bitcoin nos primeiros anos foi muito grande, muito superior à da mineração de ouro. Havia pouco Bitcoin e muitos bugs e inflação. O Bitcoin ainda não era um produto competitivo. O primeiro concorrente do Bitcoin foi a transferência bancária. No mundo de hoje, é difícil pensar em alguém sem uma conta em um banco, e a base de pessoas com experiência no uso desses sistema é muito alta. A movimentação de dinheiro entre contas de bancos diferentes por custar R$ 14 e levar um dia útil, o que pode significar três dias no total, já que os bancos geralmente não funcionam no final de semana. Bitcoin é 10 vezes melhor que o sistema bancário Bitcoin foi uma melhoria óbvia com tempos melhores e taxas mais baratas. Ao contrário dos bancos, o Bitcoin não fechava depois das 17 horas ou nos finais de semana. Foi uma melhoria óbvia de 10 vezes, tanto que, anos depois, muitos continuaram a pensar no Bitcoin como uma rede de pagamentos ao consumidor. O Bitcoin hoje é considerado uma alternativa ao ouro, como reserva de valor. Durante seus anos iniciais, ele foi capaz de fornecer aos usuários uma alternativa clara para transferências bancárias internacionais. Ethereum foi 10 vezes pior Quem foi o primeiro concorrente do Ethereum? Muitos pensam que foi o Bitcoin, mas a plataforma não estava melhor equipada para oferecer uma melhoria substancial em relação a um sistema de pagamentos. Ao invés de ser projetado para pagamentos, ela é na verdade uma plataforma de propósito geral e originalmente marcada como um “Computador mundial”. Este computador mundial, onde qualquer um poderia desenvolver seus próprios aplicativos descentralizados (dAPPs), era muitas vezes chamado de Web 3.0, onde a Ethereum presumivelmente seria a espinha dorsal de uma Internet segura e descentralizada. Como a internet atual é chamada de Web 2.0, acho que é justo dizer que ela é o verdadeiro primeiro concorrente da Ethereum. Tanto a internet quanto a Ethereum compartilham a ideia de serem plataformas livres que qualquer um pode construir e contribuir. Ethereum foi, 10 vezes pior que a web 2.0, que ela queria substituir A Web atual é construída usando um modelo de cliente-servidor e é extremamente escalável graças a tecnologia de nuvem. Essa capacidade de se escalar é sua grande vantagem: existem bilhões de usuários conectados à Internet, dezenas de bilhões de dispositivos conectados à internet e espaço para mais. A latência é frequentemente tão pequena que muitas vezes não é perceptível. A largura de banda é boa o suficiente para transmitir vídeos e os custos são baixos. Ethereum não é exatamente uma plataforma pronta para oferecer melhorias na web atual. Sua largura de banda não é boa o suficiente para carregar imagens pequenas (a maioria dos dados que podem ser enviados por bloco é de cerca de 13 KB). Em 15 transações por segundo, apenas cerca de 1 milhão de usuários ativos diários podem ser suportados. A latência é muito maior do que o limite de 2 segundos que frustrará os usuários da Web. Cada mudança de estado é de aproximadamente R$ 0,12, o que é um mau presságio, dada a quantidade de interatividade que faz parte da experiência normal de navegação na web. Ethereum não é, infelizmente, a melhoria de 10 vezes que alguém está procurando. É uma experiência 10x pior. E se formos honestos, é na verdade muito pior. Ethereum escolheu uma batalha que não poderia ser vencida ainda. A superpotência da Web 2.0 foi a escalabilidade, e essa foi a fraqueza da Ethereum. Economia de transações É uma realidade econômica que o valor das transações deve no mínimo exceder as taxas de transação paga. Ninguém está interessado em deixar dinheiro na mesa. Os mercados de taxa única se comportam como você poderia esperar, mas vários mercados de taxas competitivas podem excluir aplicativos com baixo valor econômico. Plataforma de aplicação única do Bitcoin As transações no Bitcoin foram destinadas à transferência de dinheiro. Embora houvesse utilizações secundárias, como armazenamento de dados, a função primária tinha valor econômico. Isso significava que o uso da plataforma como pretendido

2 months ago

This week the Elastos Carrier node count hit 1 million deplo...

This week the Elastos Carrier node count hit 1 million deployed nodes, the DPoS Election Process was announced, and… https://t.co/Q1IQ6yp5Ab

2 months ago

Fundação da criptomoeda NEM está quase falida, planeja demissões e pivot

Por: Livecoins A Fundação da NEM, uma organização sem fins lucrativos financiada pela comunidade e criada para promover a blockchain da NEM, está planejando demissões, após grandes cortes orçamentários e à frente de uma reestruturação iminente. A recém-eleita presidente da Fundação, Alex Tinsman, disse à CoinDesk na quarta-feira que a Fundação pretende submeter uma solicitação de financiamento ao fundo comunitário da NEM de 160 milhões de tokens (cerca de 7,5 milhões de dólares), tal montante seria usado para socorrer a organização. Os tokens da NEM estão listados como XEM, com uma oferta em circulação de 9 bilhões de tokens, de acordo com o CoinMarketCap. No momento da redação, a XEM é a 18ª maior criptomoeda do mundo em termos de valor de mercado. “Basicamente, nós percebemos que tínhamos um mês para operar, devido à má administração do conselho de governança anterior”, disse Tinsman, que assumiu a organização sem fins lucrativos em janeiro. Como resultado, os 202 membros da fundação - pessoas que passam por verificações de identidade e pagam uma taxa de adesão anual de 50 dólares - serão solicitados a votar para solicitar um financiamento em fevereiro. O número de demissões será determinado pelo montante que a comunidade aprovar, disse Tinsman. O token XEM da NEM foi lançado em 2015 sob a orientação do ex-presidente da fundação, Lon Wong. A criptomoeda é usada principalmente para taxas de transação e serviço na blockchain da NEM. O lançamento completo do software da engine nativa da plataforma, chamado Catapult, está programado para o final deste ano. Enquanto isso, os projetos-piloto da NEM têm se concentrado em casos de uso, como votações. Falando nisso, a própria Tinsman foi eleita em um processo que usou este sistema da plataforma da NEM. Tinsman disse que a fundação gastou cerca de 80 milhões de XEM entre dezembro de 2017 e janeiro de 2019, principalmente em marketing. (Wong não respondeu aos pedidos de comentários sobre os gastos da fundação.) “Nós reduzimos as atividades de marketing porque não faz sentido comercializar um produto [Catapult] que ainda não foi lançado”, disse Tinsman. De acordo com um usuário de longa data da NEM, um desenvolvedor que pediu para permanecer anônimo pois trabalhou diretamente com a antiga liderança, Wong falhou quando usou sua visibilidade na fundação para promover “esboços” de ICOs como a Ecobit e a ProximaX. A venda dos tokens da ProximaX supostamente arrecadou mais de 33 milhões de dólares em 2018 e o site da empresa lista Wong como CEO. O desenvolvedor anônimo disse que “a comunidade sentiu que isso era uma quebra de confiança”, acrescentando que ainda há muito trabalho a ser feito para encorajar desenvolvedores como ele a usar a blockchain. “Não há muita gente trabalhando nessa plataforma. Mesmo que seja fácil, a comunidade não está lá, a menos que você vá ao Japão”, disse o desenvolvedor. “Nós precisamos de mais força de desenvolvimento nessa plataforma.” Tinsman, era ex-executiva de comunicações da Fundação antes dos 148 membros registrados a elegerem para liderar a organização sem fins lucrativos, está embarcando em um roteiro muito mais disciplinado para 2019. Ela disse que as equipes receberão orçamentos específicos e precisarão apresentar mais documentos de código aberto referente ao progresso de desenvolvimento de ferramentas para o ecossistema da NEM. “A comunidade também estará votando nestes pedidos de financiamento e com quais devemos prosseguir”, disse ela. Tinsman planeja monetizar as atividades da fundação em 2019, incluindo treinamento empresarial e marketing de afiliados, para reduzir a dependência da organização sem fins lucrativos de doações comunitárias. Ela descreveu a reestruturação como um “passo positivo”, acrescentando: “É realmente emocionante para mim o fato da NEM ter um forte conjunto de ferramentas e uma comunidade que está seguindo em frente para mudar o futuro. E agora nós podemos apoiá-los de forma significativa”. O artigo Fundação da criptomoeda NEM está quase falida, planeja demissões e pivot apareceu primeiro em Livecoins.

2 months ago

Quando o Bitcoin vai voltar a subir? Opinião de 8 especialistas

Por: Livecoins 2017 foi, sem dúvida nenhuma, o melhor ano para quem investiu em Bitcoin, com exceção claro, daqueles que investiram em dezembro daquele ano, quando a principal criptomoeda do mercado teve seu maior valor de todos os tempos (por pouco tempo). Em contraste com 2017, o ano de 2018 foi o segundo pior ano para investidores de Bitcoin, a criptomoeda chegou a perder mais de 80% em valor de mercado ao longo do ano. Em dezembro de 2017 ela era negociada por até R$ 70.000, e no natal de 2018 ela era negociada por R$ 14.000. Quem conheceu e comprou Bitcoin no final de 2017 não entendeu muito bem o que estava acontecendo para a queda acentuada de 2018. Palavras como bolha, crash, e manipulação de mercado se tornaram comuns nas comunidades de criptomoedas. Nesse meio tempo, pessoas passaram a assumir perdas e venderam seus bitcoins por um preço menor do que compraram, existem também casos de pessoas que ainda mantém aquele investimento na esperança de que algum dia o Bitcoin retorne para seu lugar ao sol, ou a lua, como alguns gostariam. As perguntas comuns nesse meio são: “O Bitcoin vai voltar a valer R$70.000?”, “Quando o bitcoin vai voltar a subir?”. Bom, parece que nenhum vidente sabe a resposta para essas perguntas, afinal, não conhecemos nenhum vidente que tenha ficado rico comprando Bitcoin. Se você conhece algum, por favor, entre em contato com o Livecoins. Estando nesse mercado há mais de 10 anos, muitos especialistas em criptomoedas tentaram a sorte em prever quando diabos veremos outra corrida de touros. O site Chepicap reuniu 8 teorias e opiniões sobre quando veremos a próxima valorização das criptomoedas, quão grande será essa valorização e como ela vai ser desencadeada. Martin D. Weiss: Junto com o ouro De acordo com a Weiss Ratings - uma prestigiada empresa que fornece pesquisas e análises personalizadas sobre o mercado financeiro - O Bitcoin compartilha muitas semelhanças com o ouro. Martin D. Weiss, especialista da empresa, explica que “a moeda digital mostrou padrões semelhantes ao ouro”, com ambos fazendo “curvas-U fechadas” chamadas de “topos pontuais”. Ambos os ativos formam padrões conhecidos como “fundos arredondados.” O ouro atingiu o seu fundo em agosto do ano passado e desde então começou um novo ciclo de 3 anos, esperando alcançar altas de cinco anos. “O BITCOIN NÃO FICA MUITO ATRÁS. OS GRÁFICOS NOS DIZEM QUE ATUALMENTE AINDA ESTAMOS EM UM MERCADO DE BAIXA, MAS OS FUNDAMENTOS NOS DIZEM QUE UM NOVO MERCADO de ALTA ESTÁ EM FORMAÇÃO.” Changpeng Zhao: Mais cedo ou mais tarde Parece a frase de algum imbecil que diz: “se não subir, vai cair”, mas não é. Changpeng Zhao (CZ) é executivo-chefe da Binance, a maior corretora de bitcoin do mundo em termos de volume negociado, o CEO falou brevemente sobre a perspectiva de uma próxima corrida de touros para o bitcoin. Segundo ele, o bitcoin vai começar a ganhar valor “mais cedo ou mais tarde”. Ele disse no programa Crypto Trader da CNBC que “mesmo que eu não saiba o que catalisará uma alta do bitcoin, tenho certeza que isso vai acontecer... cedo ou tarde algo irá desencadear isso.” Erik Voorhees: Na próxima crise financeira Erik Voorhees, CEO da corretora de criptomoedas ShapeShift compartilhou sua opinião sobre o próximo aumento de preço do bitcoin, afirmando: “QUANDO A PRÓXIMA CRISE FINANCEIRA GLOBAL OCORRER, E O MUNDO PERCEBER QUE AS ORGANIZAÇÕES COM DÍVIDAS DE US $ 20 TRILHÕES POSSIVELMENTE NÃO PODERÃO PAGar essa dívida, você verá O QUE ACONTECErá COM As CRIPTOmoedas.” When the next global financial crisis occurs, and the world realizes organizations with $20 trillion in debt can’t possibly ever pay it back, and thus must print it instead, and thus fiat is doomed... watch what happens to crypto. — Erik Voorhees (@ErikVoorhees) November 8, 2018 Bobby Lee: final de 2020 Em dezembro do ano passado, o co-fundador da BTCChina, Bobby Lee fez uma previsão geral dos movimentos de preços do Bitcoin para os próximos anos. Em sua opinião, janeiro de 2019 iria ver o Bitcoin em torno de US $ 2.500 (R$ 9.000), e prepararia o cenário para uma corrida de touros no final de 2020. Ele prevê que o Bitcoin atingirá US $ 333.000 (R$ 1.2 milhão) em dezembro de 2021 antes de cair novamente para US $ 41.000 (R$ 149.000) em janeiro de 2023. If history repeats perfectly, then the current bear market for #Bitcoin would bottom out at $2,500 next month, in Jan 2019. And then the next rally would start in late 2020, peak out in Dec 2021 at $333,000, and then crash back down to $41,000 in Jan 2023. Something like that?🙂 https://t.co/M8ljIVnt73 — Bobby Lee (@bobbyclee) December 7, 2018 Murad Mahmudov e Tone Vays: 2020/2021 O apresentador do programa ‘On The Record’, Murad Mahmudov acredita que o Bitcoin alcançará um novo recorde positivo de preço em algum momento no final de 2020. Em uma entrevista, Tone Vays, conhecido analista de criptomoedas, disse que há uma chance de 40% de vermos o bitcoin em um novo recorde de preço em 2020. Vays disse que essa possibilida

2 months ago

The Elastos Foundation is pleased to announce the DPoS Super...

The Elastos Foundation is pleased to announce the DPoS Supernode Election Process #Elastos $ELA #SmartWeb… https://t.co/1IkofF27Sd

2 months ago

The Elastos Foundation End Of Year Report 2018 offers key in...

The Elastos Foundation End Of Year Report 2018 offers key insights into the progress of our project while also high… https://t.co/KFrBPzsE5i

2 months ago

Elastos Reaches Milestone with 1 Million Cable-Box-Powered Nodes

Blockchain infrastructure play Elastos has achieved a first for a web 3.0 project. The number of TV box units equipped with Elastos Carrier has reached 1 million distributed nodes. Elastos has a partnership with Shanghai Shijiu TV, which brings its technology into the homes of retail customers through internet boxes that contain a node on Elastos Carrier. As a result, mainstream users can “participate in the web’s next evolutionary stage by simply turning on a switch with a remote,” according to Elastos Foundation Chairman Rong Chen in a statement. Of the 1 million nodes, 400,000 of them are activated. Elastos Carrier lets users and apps on the web communicate directly. (GT)

2 months ago

Elastos has become the first Web 3.0 project to reach the mi...

Elastos has become the first Web 3.0 project to reach the milestone of one million distributed nodes. #Elastos $ELA… https://t.co/3Lof72z8B4

2 months ago

Elastos (ELA) Chosen as one of China’s Top Blockchain Enterprises of 2018

Elastos recently unveiled that it was selected as one of “China’s Top 100 Blockchain Enterprises of 2018” by the China Blockchain Ecosystem Alliance and the CCID Blockchain Research Institute. The announcement was made at the first Chinese Blockchain Industry Economic Development Meeting which was jointly hosted by the Institute of Internet Industry at Tsinghua University, BlockData, and the CCID Blockchain Research Institute. Elastos was selected to be part of the top 100 because of the project’s years of dedicated work commitment to combining blockchain technology with the real economy. (JF)

2 months ago

This week Elastos was honored as one of “China’s Top 100 Blo...

This week Elastos was honored as one of “China’s Top 100 Blockchain Enterprises of 2018,” while Elastos DMA founder… https://t.co/7uMhtml6p2

2 months ago

Rio de Janeiro recebe time da Tezos

Por: Livecoins Um time de desenvolvedores, designers, investidores e pesquisadores baseados na cidade do Rio de Janeiro acaba de lançar a Tezos Rio. O objetivo do grupo é fomentar no Brasil o crescimento da rede Tezos, que é uma blockchain de terceira geração e teve sua mainnet lançada globalmente em setembro de 2018. Uma das iniciativas desenvolvidas pelo grupo é a TEZOSJ_SDK, que é um biblioteca de software para desenvolvedores Java criarem com facilidade suas carteiras Tezos. O grupo também construiu um Baker, que é uma espécie de masternode aberto para portadores de tokens Tezos participarem do processo de validação das transações e de segurança da rede. Luiz Milfont, que é co-fundador e desenvolvedor lider do grupo, aposta na natureza participativa da rede Tezos como um dos aspectos mais promissores do protocolo. Segundo ele, “não há precedentes quanto ao nível de democracia utilizado na rede Tezos, o que pode revolucionar a forma com a coordenação social ocorre dentro de uma Blockchain através de uma dinâmica líquida”. De forma objetiva, a Blockchain da Tezos é um livro de registro contábil distribuído, público, digital, criptografado e nativo na internet. Por ser programável, a plataforma permite o lançamento de diversos tipos de aplicações, como smart contracts e dapps (aplicações descentralizadas). Um dos seus principais diferenciais em relação a outras Blockchains públicas, é um modelo de governança embutido no protocolo. Esta funcionalidade garante uma melhor coordenação entre os participantes da rede nas decisões. Também simplifica a implantação de propostas de melhorias deste protocolo, evitando assim a ocorrência de hard forks. Em sistemas econômicos baseados em rede, como é o caso das Blockchains públicas, isso é super rele- vante pois a simples expectativa de ocorrência de um hard fork pode dividir a comunidade, alterar os incentivos econômicos dos participantes e minar os efeitos de rede acumulados ao longo do tempo. Quanto a segurança, a Blockchain da Tezos utiliza um algoritmo próprio de consen- so baseado em prova de participação delegada (delegated Proof-of-Stake). Este mecanismo cria incentivos econômicos e abre oportunidade para todos os portado- res de tokens Tezos participarem no processo de validação de transações da rede. Além da segurança na camada de registro das transações, a Blockchain da Tezos também apresenta uma camada importante de segurança nos códigos que rodam em cima do protocolo, pois ela foi projetada para facilitar o uso de métodos de verificação formal. Isso reduz drasticamente as chances de erro em códigos de contratos inteligentes e aplicações descentralizadas desenvolvidos na rede. A Tezos Rio aposta em parcerias com instituições educacionais para difundir a tecnologia e formar novos desenvolvedores interessados em criar aplicações em cima do proto- colo base da Tezos. O Prof. Luís Felipe Carvalho da PUC-Rio, que também é co-fun- dador do grupo Tezos Rio, teve seu primeiro contato com o projeto Tezos no final de 2016, em uma postagem no Twitter do mega investidor de startups Tim Drapper. Segundo o professor, “o faro de Drapper é bastante apurado para perceber tendên- cias tecnológicas e equipes de ponta para tocar projeto. Depois de ler o whitepaper da Tezos, percebi que havia algo diferente ali e resolvi apostar. Assim que o ICO da Tezos foi lançado comprei meu primeiro lote de tokens e me tornei um hodler. Na época não imaginava que iria participar tão de perto do projeto, como estamos vivendo agora com a Tezos Rio”. Para os interessados em conhecer melhor o projeto da Tezos Rio, recomendamos acessar o site http://tezos.rio e seguir o grupo no Twitter (@Riotezos). O artigo Rio de Janeiro recebe time da Tezos apareceu primeiro em Livecoins.

2 months ago

Elastos (ELA) Granted Membership into the IGRS Industry Association

The Elastos (ELA) Project was recently issued a formal membership certificate by the Intelligent Grouping and Resource Sharing (IGRS) board, a national and international standards organization and industry association committed to establishing, promoting, and industrializing IGRS standards. As part of its membership, Elastos will explore the opportunities and potential synergies presented by blockchain and IoT, actively promote the establishment of blockchain industry standards, and work together with other association members to promote sustainable development in the blockchain industry. (JF)

2 months ago

This week Elastos joined the IGRS Industry Association, appo...

This week Elastos joined the IGRS Industry Association, appointed a Community Manager, published Rong Chen’s Q&A, a… https://t.co/PwDAf8dd4V

2 months ago

Elastos has officially joined the International Grouping and...

Elastos has officially joined the International Grouping and Resource Sharing Industry Association. We are excited… https://t.co/C1HXPBRpGK

2 months ago

O que é MimbleWimble? Guia completo

Por: Livecoins Em 2 de agosto de 2016 um arquivo de texto foi postado anonimamente em um fórum de desenvolvedores do Bitcoin descrevendo o protocolo MimbleWimble. O objetivo era criar uma alternativa a blockchain do Bitcoin, mas com soluções para problemas de escalabilidade e recursos de privacidade. Em 20 de outubro de 2016, um outro desenvolvedor anônimo postou no mesmo fórum que ele estava trabalhando em uma implementação em cima do protocolo MimbleWimble - A Grin. Uma Breve História do White Paper MimbleWimble Em agosto de 2016, Tom Elvis Jedusor (nome francês de Voldemort nos livros do Harry Potter) postou o white paper do MimbleWimble no fórum sobre bitcoin, e depois desapareceu. “Mimblewimble” que também é um termo usado no livro ” As Relíquias da Morte“, era uma proposta de blockchain que teoricamente poderia aumentar a privacidade, a escalabilidade e a fungibilidade. Em outubro de 2016, Andrew Poelstra, matemático da Blockstream, escreveu um artigo preciso explicando a ideia do protocolo e acrescentou melhorias. Alguns dias depois, Ignotus Peverell (nome que também veio de “Harry Potter”, o dono da capa da invisibilidade, caso você não conheça os personagens de Harry Potter) iniciou um projeto no Github chamado Grin (Sim! Este projeto) e começou a tornar o protoclo MimbleWimble em realidade. E em março de 2017, Ignotus Peverell publicou uma introdução técnica ao MimbleWimble e Grin no Github. Desde então, Grin foi sendo desenvolvida por vários membros da comunidade e, após vários estágios de testes, foi lançada no dia 15 de janeiro de 2019. Visão geral do MimbleWimble, Grin e BEAM O MimbleWimble é um protocolo blockchain focado em fungibilidade, privacidade e escalabilidade. A documentação do MimbleWimble especifica o usou da mesma criptografia de curva elíptica que o Bitcoin usa, chamando a atenção de muitos pesquisadores de Bitcoin. Originalmente, imaginava-se que o MimbleWimble poderia ser integrado como uma atualização para o Bitcoin ou existir como um sidechain, mas Pieter Wuille, co-fundador da Blockstream e desenvolvedor do Bitcoin Core, esclareceu alguns dos desafios para integração. Em um podcast de 2016 ele disse: “A integração do Mimblewimble no bitcoin de uma maneira compatível com versões anteriores seria uma tarefa difícil. Pode não ser impossível, mas seria muito difícil. Eu acho que se as pessoas tentarem isso, eu esperaria que fosse em uma blockchain separada experimental ou sidechain. Em uma sidechain, não introduziríamos uma nova criptomoeda, mas seria uma blockchain diferente. Existem algumas desvantagens no MimbleWimble, Em particular, ele não usa uma linguagem de script... uma linguagem de script é muito legal para se brincar, mas existe a vantagem da privacidade. Mimblewimble tem recurso muito bom de privacidade. O MimbleWimble não usa linguagem de script expressiva, e isso permite inovações como canais de pagamento (por exemplo, Lightning Network) e swaps atômicos em blockchains diferentes. Duas implementações separadas do protocolo MimbleWimble surgiram, ambos com diferentes considerações em torno da comunidade, ethos, financiamento e detalhes técnicos. A primeira implementação, Grin, que se tornou sinônimo de MimbleWimble, serve como referência principal para a especificação do protocolo hoje. O projeto ainda é mantido por um grupo de programadores anônimos, vários dos quais adotaram pseudônimos de Harry Potter. A segunda implementação, o BEAM, é um projeto iniciado em março de 2018. O BEAM foi apresentado em um white paper separado (juntamente com um nó de mineração totalmente funcional e carteira) assumindo uma estrutura mais formal semelhante a Zcash, em contraste com o ethos anárquico e do código aberto da Grin. A equipe do BEAM é liderada pelo CEO Alexander Zaidelson, um empresário israelense. Com uma equipe de gerenciamento / engenharia definida, pré-venda, uma fundação formal e o fundador, a BEAM adotou uma abordagem muito diferente para apresentar uma alternativa competitiva ao Grin. Além de criar a estrutura formal em torno do projeto, a equipe do BEAM fez escolhas técnicas diferentes da Grin, incluindo decisões relacionadas à política monetária e algoritmo de hashing. O BEAM foi lançado no início de janeiro de 2019 com uma vantagem significativa na taxa de hash. O que é o MimbleWimble? MimbleWimble é basicamente um substituto para a blockchain do bitcoin. É uma proposta para uma “blockchain” que poderia ser implementada como uma sidechain onde você tem uma cadeia de blocos completamente separada e você poderia mover bitcoins para ela e para fora dela. Ou, potencialmente, em um futuro distante, onde testamos e comprovamos essa tecnologia, poderíamos usar esse bitcoin como um tipo sidechain integrado a um sistema. O Mimblewimble difere do bitcoin pois, em vez de ter registros assinados em todas transações, como como no bitcoin, onde você tem uma pilha de entradas e uma pilha de saídas, e cada entrada tem uma chave associada a ela e tem que ter uma assinatura pa

2 months ago

Althash: A Blockchain solucionadora de problemas da comunidade Htmlcoin

Por: Livecoins A HTMLCoin é um híbrido das tecnologias Bitcoin e Ethereum aliando eficiência, rapidez e resiliência. Ela é mantida e atualizada regularmente com as atualizações de software mais recentes do núcleo do Bitcoin, bem como aprimorada com recursos desenvolvidos por sua equipe interna de tecnologia e por sua comunidade. Há projetos em andamento que estão alimentando a perspectiva de que a HTMLCoin tornar-se não apenas um nome familiar, mas uma solução. Althash Althash é a blockchain que usa a HTMLCoin como GAS para todas as suas transações. Portanto,você pode se referir com segurança ao Althash Blockchain como sendo alimentado pela HTMLCoin. O Althash Web Platform (AWP) é uma ferramenta que atua como a interface web entre os usuários e as funções e recursos da blockchain, como projetos DApp e contratos inteligentes. Servindo como o hub principal para aplicativos descentralizados na Althash Blockchain, o Althash Web Platform hospeda a maioria dos produtos e serviços Althash e HTMLCoin. Ela serve como plataforma de implementação para aplicativos descentralizados (DApps). Suporta produtos desenvolvidos e facilita os serviços implementados na Blockchain Althash. Os produtos Althash podem ser implantados como novos DApps na plataforma AWP, bem como aplicativos da web autônomos com sua própria identidade visual e domínio de internet. Na lista abaixo, podemos ver os DApps internos do AWP e os Althash Suites independentes: Althash Health Descrição: Com o foco em desenvolvimento de produtos de comunicação em saúde que atenderão à crescente demanda por serviços relacionados à saúde em países recentemente desenvolvidos e regiõesem desenvolvimento do mundo. Atualmente o projeto está testando certidões de nascimento e serviços de registro de saúde nas Filipinas. Objetivos: Ele projeta e monta ferramentas de comunicação de saúde e registros para clientes institucionais. Também ajuda os usuários a encontrar produtos de assistência médica e administrar registros entre provedores de serviços de saúde. O crescimento exponencial de aplicações blockchain pode beneficiar a saúde da população e tornar mais eficiente o processo de registros médicos e dados gerados por pacientes. Caso de Uso: A Fundação Kinasang’an está fazendo uma parceria com a empresa de tecnologia HTMLCoin LLC para utilizar um de seus produtos, o MyOffspring. A Blockchain Althash está atualmente introduzindo tecnologia blockchain para organizações sem fins lucrativos nas Filipinas. O Alt DApp dentro do conjunto de Saúde do Althash que será usado pela Fundação Kinasang’an é o Myoffspring (já lançado). Este é um DApp que permite aos usuários criar um ambiente digital e imutável de certidão de nascimento acessível para seus filhos. Althash Business Althash bussines Descrição: O principal objetivo é transformar as empresas, proporcionando-lhes a capacidade de descentralizar os atributos dos produtos e rentabilizar os serviços de forma eficaz através de aplicações blockchain. Objetivos: Ele gerencia ativos de produtos entre os proprietários de empresas, associações e instituições e formula ferramentas para ajudar na troca eficiente de bens e serviços. Token Farm Para aqueles interessados em criar seu próprio token, este é o DApp. Com apenas alguns cliques auto-explicativos, você está pronto. Isso desmistificou a criação de tokens, tornando muito mais simples. Assim, você não precisa ser um programador de software para possuir seu token. Conhecido como HRC20, os tokens criados no Token Farm já estão abrindo caminhos. Alt proof Este é um pacote de autenticação e verificação de produtos. Serviços relacionados estão sendo desenvolvidos com base neste Dapp. O Dapp pode ser usado para gerenciar registros importantes para fins de posteridade e autoconservação, ele servirá como um notário pessoal e para registro institucional! Ele autentica e verifica o conteúdo dos documentos e outros materiais eletrônicos na blockchain, bem como facilita a administração e o gerenciamento de registros eletrônicos. Sovereing Money Sovereign Money ou SVM $, é um serviço de plataforma web sob a Althash Blockchain que permite que empresas sem fins lucrativos, pequenas, médias empresas e usuários individuais usem esta criptomoeda para troca local de bens e serviços. O SVM tem a capacidade de expandir e contrair, ao contrário de todas as criptomoedas fixadas no fornecimento. Essa inovação permitirá que a SVM responda às necessidades das economias locais. Althash E-governance Descrição: Esse conjunto de governança eletrônica abrigará serviços governamentais, desde DApps de cidadãos, sistemas de votação on-line, DApps de governo a funcionários e muito mais. A governança eletrônica visa tornar o serviço governamental eficiente, acessível e conveniente para todos. É uma forma segura e transparente de manutenção de registros que complementará e, em alguns casos, substituirá as transações de documentações em papel nos governos. Objetivos: Melhora os serviços dos governos, fornecendo i

2 months ago

ICOs arrecadaram US $ 24 bilhões em 2018, para onde foi o dinheiro?

Por: Livecoins A BitMEX publicou um relatório em parceria com a Token Analyst detalhando o paradeiro dos US $ 24,2 bilhões arrecadados por ICOs em 2018. A desvalorização das criptomoedas durante o ano fez com que o valor arrecadado seja agora de aproximadamente US $ 5 bilhões. O relatório detalha muitos pontos interessantes sobre o dinheiro arrecadado no período: Os 24,2 bilhões de dólares captados valem agora US $ 5 bilhões devido à perda de valor dos próprios tokens junto com o mercado. Este valor está com as equipes de desenvolvimento das ICOs, muitas das quais, conseguiram arrecadar fundos do nada ou com marketing baseado em elevadas expectativas para revolucionar indústrias com conceitos que ainda não foram completamente concretizados e nunca poderiam ser realizados. Destes US $ 5 bilhões, cerca de US $ 1,5 bilhão em ganhos foram obtidos com a venda desses tokens enquanto o mercado ainda estava saudável. Os valores em dólares desses tokens estão sujeitos a alteração porque a liquidez era e continua a ser um problema para grandes detentores de tokens de ICO. É mais provável que uma parte significativa dos US $ 24 bilhões arrecadados tenha sido mantido em Ethereum ou transferido para Bitcoin, onde ela pode ter ficado muito além do tempo em que o mercado estava saudável (alguns fundos podem ter sido transferidos para moedas estáveis ​​como a Tether). Várias interconexões entre os membros de equipe de ICO 2017 As 10 maiores perdas proporcionais no valor de endereços controlados por equipes foram uma média de ~ 95%, com a SALT perdendo ~ 97% de seu valor. Em última análise, o relatório aponta o que muitos já suspeitavam sobre o mercado de ICOs, o que é verdade para a maioria dos fundadores. Os fundadores viram uma oportunidade de enriquecer, colocando seus próprios tokens no mercado em troca de Ethereum, elevando o preço de seus próprios tokens, dando-lhes acesso a mais Ethereum que poderiam ser retidos ou retirados em BTC ou USD. O relatório também destaca a completa falta de cláusulas ou compromisso, que são restrições impostas aos fundadores nos mercados tradicionais para garantir que suas metas estejam alinhadas com as de seus investidores. Outro objetivo das clausulas é evitar que a equipe seja recompensada antes de fazer o trabalho necessário para desenvolver uma nova solução revolucionária de tecnologia que impacta positivamente o mercado. Em vez disso, os dados nos mostram que, em um mercado de captação de recursos, o que recebemos são centenas de tokens emitidos sem valor real atribuído, nenhum plano concreto para alcançar valor real e perspectivas mínimas de ganhos atualizados. Resumo: Cuidado ao entrar em ICOS O artigo ICOs arrecadaram US $ 24 bilhões em 2018, para onde foi o dinheiro? apareceu primeiro em Livecoins.

2 months ago

Our Community Manager has collected several community questi...

Our Community Manager has collected several community questions, and Elastos Founder Rong Chen has answered them.… https://t.co/wGNhkx4Grg

2 months ago

O que é a Mainframe (MFT)

Por: Livecoins A WEB 2.0 nos deu poder de criar conteúdo na internet - tarefa que na WEB 1.0 era feita apenas pelos webmasters - podemos publicar vídeos no Youtube, fotos no Instagram, fazer postagens no Facebook e muito mais. Todos esses sites “são de graça”, e, existe uma teoria que diz que “se um site é gratuito, o produto é você“. Pois bem, vivemos em um ambiente online que não existe privacidade, aceitamos isso quando damos “ok” nos termos de uso de centenas de sites que nos cadastramos todos os dias. Quando alguém pergunta se estamos bem com isso, ele pode ouvir uma resposta condescente de que “pouco importa a privacidade”. Afinal, quase ninguém sabe ao certo o que essas empresas podem fazer com nossos dados, então, “basta colocar um durex na câmera do notebook e depois excluir às mensagens do facebook”, certo? Não é bem assim, os problemas de privacidade e segurança vão muito além do que os usuários conseguem perceber, pegue como exemplo o caso recente do Facebook e a Cambridge Analytica, a empresa vendeu dados de usuários para manipular as eleições dos EUA. Insano! certo? Isso é só a ponta do Iceberg! Já houveram casos que empresas monitoravam o status do whatsapp de usuários, e aqueles que passavam a noite inteira online começaram a receber anúncios de empréstimo bancário, ou seja, de alguma forma a empresa fez um cruzamento de dados e chegou a conclusão que insônia poderia estar ligado a problemas financeiros. E não acaba aqui, uma varejista americana consegue descobrir quando uma pessoa está gravida antes mesmo dela saber. É difícil citar todos os casos de como nossos dados são usados e explorados por essas empresas que nos oferecem serviços “de graça”. Além disso, esses bancos de dados com todas nossas informações são um prato cheio para hackers. A WEB 2.0 não é segura e nem anônima. Ela precisa ser atualizada para uma nova versão que ofereça segurança e privacidade aos usuários, e é aqui que a Mainframe entra. O que é a Mainframe (MFT)? Mainframe é uma plataforma descentralizada que usa a tecnologia blockchain e várias outras tecnologias baseadas em criptografia, a fim de fornecer um protocolo resistente à censura e vigilância para aumentar a privacidade dos seus usuários. A Mainframe também é um protocolo blockchain que fornece kits de desenvolvimento dApps (aplicativos descentralizados). Esses kits visam facilitar a integração de seu protocolo de mensagens com uma variedade de linguagens de programação, dispositivos e sistemas operacionais. A plataforma Mainframe conta com uma rede de nós para retransmitir e rotear pacotes de dados pela rede. Os nós são incentivados pelos tokens Mainframe (MFT), que é a criptomoeda nativa da plataforma Mainframe. O token Mainframe é reconhecido pelo símbolo “MFT“. A visão que a Mainframe está vendendo é aquela composta por aplicativos imparáveis. É uma camada de comunicações web3 que é invulnerável às ameaças atuais de hackers, privacidade e censura, a Mainframe é a atualização ideal para a Internet como a conhecemos atualmente. Então, o que é Mainframe? Em seu sentido mais básico, é uma plataforma para aplicativos descentralizados (dApps). Esses aplicativos podem fazer tudo o que os aplicativos comuns podem fazer. Eles podem enviar dados, efetuar pagamentos, armazenar arquivos e concluir tarefas, mas de uma maneira muito mais segura. E a beleza de algo como a Mainframe é sua robustez. Como é composta de nós distribuídos em todo o mundo, é tão impossível de comprometer quanto a rede Bitcoin. Desenvolvimento da Mainframe A Mainframe foi fundada por Mick Hagen, que também atua como CEO da empresa. Todo o projeto é gerenciado e desenvolvido por uma equipe de 15 pessoas, incluindo Mick e o CTO, Carl Youngblood. Mick Hagen e Carl Youngblood já estiveram no Brasil em uma série de Meetups apresentando a plataforma. Em um dos Meetups, o qual o Livecoins teve a honra de participar, Mick Hagen contou sua história: Em 2007, Mick fundou a Zinch, uma empresa que ajudava estudantes do ensino médio a se conectarem com faculdades para encontrar bolsas de estudos. A empresa foi posteriormente adquirida pela Chegg, Inc. em um negócio de US $ 45 milhões. Em 2014, Mick começou a trabalhar em um aplicativo de e-mail descentralizado chamado Spatch. Durante o desenvolvimento, Mick e a equipe de desenvolvimento enfrentaram muitos desafios tecnológicos que ocasionalmente levaram à criação da Mainframe. A Mainframe criu o Token MFT com uma oferta total de 10 bilhões de tokens. 50% do total do fornecimento de token foi reservado para a venda. Em vez de uma ICO tradicional (oferta inicial de moeda), a empresa optou por um processo de crowdgift em três fases. desde agosto de 2018, duas fases do processo crowdgift já foram concluídas. Os investidores incluem a Pritzker Group, a Techstars Kima Ventures, a Hoxton Ventures a Faber Ventures, entre muitas outras, o que é um forte sinal para o potencial desse projeto. Status atual da Mainframe O token da Mainframe, MFT, está sendo negociado

2 months ago

Elastos (ELA) TV Boxes Surpass 900,000 Units Distributed

The Elastos (ELA) recently posted a tweet that demonstrates the projects steady growth and increased adoption as the team continues to work hard on development amidst the Crypto Winter: 900k TV Boxes sold, 180k registered DID users via Viewchain, and our new wallet hit the app stores - all in our weekly update. #Elastos $ELA #ElastosWeekly #SmartWeb.” With more than 900k TV boxes operating an Elastos carrier node as well, the strength and decentralization of the network continue to climb higher. ELA is currently trading at $2.24. (JF)

2 months ago

The Elastos Elephant Wallet is now available for download in...

The Elastos Elephant Wallet is now available for download in the Apple App Store and Google Play. #Elastos $ELA… https://t.co/fvw8Esxpib

2 months ago

Esposa de um dos homens mais rico da Noruega é sequestrada e resgate é pedido na criptomoeda MONERO

Por: Livecoins Desde os principios dos tempos a mídia ignorante caracteriza as criptomoedas erroneamente como “moedas usadas somente por criminosos”. Mesmo que isso seja comprovadamente falso, as criptomoedas assim como o dinheiro “comum”, estão ligadas ao crime. Um caso de sequestro na Noruega tomou um rumo inesperado relacionado à criptomoeda. Anne-Elisabeth Falkevik Hagen, de 68 anos, é a esposa de um dos homens mais ricos da Noruega, o magnata dos investimentos Tom Hagen. Ela está desaparecida desde o dia 31 de outubro, segundo a polícia norueguesa. Seu desaparecimento teria sido descoberto quando Tom Hagen chegou à residência do casal. Ele encontrou a casa vazia, com uma carta escrita em norueguês com erros ortográficos. A carta exigia que Hagen pagasse um resgate equivalente a nove milhões de euros (38 milhões de reais). A carta também instruiu Hagen a pagar o resgate usando a criptomoeda focada em privacidade Monero. O que dá 217.059 XMR na cotação da criptomoeda hoje. Embora Falkevik Hagen tenha desaparecido há mais de dois meses, o assunto só chegou ao público esta semana. Isso porque a carta dizia que Anne-Elisabeth seria assassinada se Hagen envolvesse a polícia. Então os esforços de busca pelo paradeiro de Falkevik Hagen precisavam ser realizados em sigilo. A fim de não levantar suspeitas no caso de os suspeitos de seqüestro estarem observando, a polícia norueguesa foi forçada a usar carros civis quando se deslocava na área em torno da residência do casal. Polícia pede ao público para compartilhar informações, marido não pagar resgate A polícia decidiu tornar público o desaparecimento de Anne-Elisabeth, em um esforço para receber informações públicas em potencial sobre onde ela está sendo mantida em cativeiro. Além disso, não houve sinais de vida de Anne-Elisabeth desde o dia de seu desaparecimento. A polícia norueguesa acredita que os seqüestradores suspeitos estão visando a riqueza de Tom Hagen. Hagen é a 172ª pessoa mais rica da Noruega, de acordo com a revista financeira norueguesa Kapital. Até agora, a polícia tem insistido que a família de Anne-Elisabeth não pague o resgate, nem em Monero nem em uma moeda fiduciária. O pedido de resgate a ser pago em Monero deriva da natureza anônima da criptomoeda. Ao contrário de outras criptomoedas, isso significa que o histórico de transações do Monero está oculto, impedindo que um possível resgate seja rastreado. O artigo Esposa de um dos homens mais rico da Noruega é sequestrada e resgate é pedido na criptomoeda MONERO apareceu primeiro em Livecoins.

2 months ago

On Monday Elastos held a conference with several partners in...

On Monday Elastos held a conference with several partners including Viewchain, ioeX, https://t.co/zbFfToN9Fv, Shiji… https://t.co/L5bYh3z8L6

2 months ago

Artista francês esconde mil dólares em grafite de rua

Por: Livecoins Um artista francês escondeu mil dólares (R$ 3.734,40) em bitcoin em um grafite de rua em algum lugar de Paris. O artista conhecido como Pascalboy ou Pboy, disse que o grafite está “em um lugar secreto de Paris, mas não é difícil de encontrar”. O próprio artista havia deixado 0,26 bitcoins (US $ 1.000) no grafite, mas outra pessoa aparentemente enviou para o endereço 0,025 btc (US $ 150). O próprio artista disse que isso só era possível através de doações para o endereço . A arte é chamada de “La Liberté guidant le peuple 2019” (inspirada na pintura de Delacroix) e mostra Lady Liberty liderando um grupo de manifestantes em confrontos, enquanto ela segura a bandeira francesa no ar. Escondido dentro do grafite está a chave privada do prêmio, mas nem todos podem participar: Boyart disse aos seus seguidores no Twitter que eles precisaria estar fisicamente em Paris e na verdade em frente ao grafite para participar da caçada. La Liberté guidant le peuple 2019. Clique na Imagem para ampliar O local, que não havia sido divulgado anteriormente, foi descoberto pelo usuário do Twitter @TZTaughtMe, que afirmou ser a primeira pessoa no local. A caçada começou oficialmente há cerca de 24 horas, quando Boyart twittou e postou sua obra no Reddit. Nos comentários ao seu post oficial, ele revelou que pessoas que não podem estar fisicamente no local poderiam resolver apenas uma parte do quebra-cabeça pelo computador. Inspiração do Grafite “O cultivo da liberdade não deve ser reprimido”. Uma dica, de onde a chave privada poderia estar escondida. A arte representa uma revolta. “Macron, presidente da França, está se recuperando de uma revolta dos ‘coletes amarelos’.” Assim diz a Reuters na cobertura dos eventos em toda a França, onde pelo menos 50 mil foram às ruas. E acrescenta: “No sábado, os manifestantes anti-governo usaram uma empilhadeira para forçar a entrada em um complexo ministerial, incendiaram carros perto dos Champs-Elysées e lutaram com policiais.” Benjamin Griveaux, um porta-voz do governo, havia dito anteriormente que os ‘coletes amarelos’ querem derrubar o governo. “Vinte e quatro horas depois, ele estava fugindo de seu escritório pela porta dos fundos quando os manifestantes invadiram o pátio e destruíram vários carros”, disse a Reuters. Macron prometeu um debate nacional “sobre questões ecológicas, fiscais e institucionais.” Ainda não há detalhes sobre como esse debate será realizado. Dizem que eles usam colete amarelo porque na França todos os carros devem ter um, mas o colete amarelo é também um símbolo dos trabalhadores, da polícia e de outros serviços de emergência em circunstâncias normais e efetivamente de todas as pessoas comuns. O que exatamente eles querem não está muito claro. Ninguém se preocupou em compilar uma lista de queixas, algo que pode acontecer durante o debate nacional. Um tema abrangente, no entanto, é esse senso de favoritismo em relação aos ricos à custa de todos os outros. Como as pessoas comuns não têm um método real de participar do processo de criação de leis, elas aparentemente se levantaram para exigir um assento no parlamento. Como a democracia direta na França, por meio da qual os cidadãos comuns podem propor leis e ter votos vinculantes sobre elas. Em conjunto ou alternativamente, alguns deles pedem uma seleção aleatória de 500 pessoas comuns para compor o parlamento por um período rotativo de 4 anos de serviço no parlamento do povo. Isso pode fornecer um melhor controle e equilíbrio para a casa eleita à luz das eleições que agora se tornam um jogo para os ricos, pois os fundos necessários para concorrer a um assento são altos demais e são fornecidos principalmente pelos ricos. Não está claro se a elite francesa está disposta a fornecer tal concessão. O movimento de coletes amarelos, no entanto, agora se tornou uma ideologia. Os cidadãos e a elite de outros países ocidentais provavelmente estão observando de perto. No entanto, ambos provavelmente querem que esse movimento permaneça dentro da França para ver como ele funciona e porque, se espalhar, poderá ficar fora de controle. Uma lista de queixas talvez deva ser elaborada. Um referendo vinculativo sobre o parlamento do povo talvez devesse ser tido. Isso pode fornecer a primeira reforma pacífica em um século ou mais, e pode fazê-lo de maneira gradual e incremental, mantendo assim nossas liberdades e prosperidades, enquanto tratamos de questões complexas de representação real no processo de elaboração de leis. Com informações da Trustenodes, cryptonews e Reuters O artigo Artista francês esconde mil dólares em grafite de rua apareceu primeiro em Livecoins.

2 months ago

Elastos wants to put "a node in every home.” Find out why th...

Elastos wants to put "a node in every home.” Find out why this is key to Web 3.0 adoption in Kiran Pachhai's latest… https://t.co/O544i9zcdB

3 months ago

Elastos Foundation Releases the Elastos EcoWallet

The Elastos Foundation has announced the release of the new Elastos EcoWallet, or “Elephant Wallet,” available for Android and iOS. It is designed to integrate the services and users among the Elastos ecosystem partners and to “help traditional internet users have a smooth entrance into the world of blockchain.” As development of the wallet continues, it will not only help manage crypto-assets across different blockchain platforms but will also help manage other important digital content such as personal identification, personal data, contacts, and IM. (JF)

3 months ago

The Elastos Foundation is pleased to announce the release of...

The Elastos Foundation is pleased to announce the release of the Elastos EcoWallet - available for Android and IOS!… https://t.co/GCi30IFA6F

3 months ago

Market Bottom: Joseph Lubin Says The Worst Is Over

The Oracle has spoken. Blockchain pioneer Joseph Lubin has called the “cryptobottom of 2018.” In a tweetstorm that is uncharacteristic of the Ethereum Co-Founder and ConsenSys leader, Lubin addressed the elephant in the room — market prices. Typically, he shifts the conversation away from value and toward the frenetic pace of blockchain development, which makes today’s remarks all the more interesting. Lubin stated: Source: Twitter His prediction couldn’t have come too soon, with market prices including bitcoin having crept up over the last days and investors wondering if the gains will be sustained. Lubin went on to defend both the ConsenSys project, which has come under fire from naysayers of late, as well as the market. Unlike many other crypto market predictions that are floating around out there, Lubin backed up his outlook with facts about the state of the industry: Lubin pointed to a future that is “bright” thanks to current and forthcoming scalability solutions, “Ethereum protocol development that is accelerating and the continued maturation of the token economy.” While reports have stated that ConsenSys is slashing as much as 60% of its staff, Lubin fired back, saying that the individuals who filled roles that are being eliminated are looking to fill “other roles at the company.” Santa’s Elves Spread Good Cheer While Lubin’s words hold a lot of weight, he isn’t the only one delivering gifts to the crypto community this season. Donald Bullers, a North America Representative with Elastos, a company behind decentralized infrastructure for the internet, believes the worst is over, too. He said: Cryptocurrency markets have steadily begun to recover this week, regaining off of a 35% rally by Bitcoin Cash (BCH). Those entwined in the industry are not surprised that markets are beginning to recover, and this move only further demonstrates the need for investors to ride out the storm, not abandon ship at the first sign of crashing. For his part, Lubin declared an end to the madness, and he left the blockchain community with a vision for 2019 on what’s to come, saying: “Peaking into 2019, if you could see the landscape through my eyes, you’d have to wear shades. Yours in Ethereal Serenity, JML.” Was the spelling of ‘peaking’ deliberate? For the critics, Lubin took the high road: “Best of the season to all of our supporters and detractors out there. Good time to acknowledge that ultimately we are all in this together. Wishing you all a great 2019.” The author is invested in digital assets, but none mentioned in this article. Join the conversation on Telegram and Twitter! The post Market Bottom: Joseph Lubin Says The Worst Is Over appeared first on Crypto Briefing.

3 months ago

Mercado Ensaia Alta. Análise do TradingView

Por: Livecoins Mercado de criptomoedas começa a recuperar de forte queda. Confira os estudos dos analistas do TradingView. Bitcoin / Dólar Americano Vocês repararam que a MA 20 (linha vermelha escura) serviu de resistência ao preço do Bitcoin depois do topo histórico? Pois é, não houve rompimento da mesma (candle inteiro fechado acima). Todos os grandes topos foram “barrados” por ela. No momento estamos no fundo das Bandas Bolinger, indicadores WT DAGO e CCI quase revertendo... Talvez possamos buscar a MA20 novamente na região de 5500usd, próximo ao topo do canal de baixa. Tivemos uma forte queda no grafico Bitcoin que assustou muitos players do mercado, e aparentemente encontramos um fundo para usarmos de suporte em meados de 3200 dólares. Nesse momento, o preço deve retrair (já está) para resistências acima de seu fundo afinal, ainda estamos em tendência baixista. Pela retração fiboancci eu consigo ver alguns níveis de interesse vendedor que podem ser nossas futuras resistências. O maior desafio para o mês de Dezembro e até mesmo inicio de Janeiro é o preço entre 4200~4500, é uma zona de negociação com confluência de fibo e ponto de oferta. Mais adiante, temos como correção máxima os 61% da fibonacci nos 5200, novo ponto de interesse vendedor. Aqui deve-se esperar uma queda o no preço. A esperança é que os suportes de 3700 e 3200 segurem quando o preço impulsionar para baixo novamente, e esses podem ser os melhores pontos de compra. Lembre-se que ainda estamos em tendência de baixa e para um compra segura é preciso ter paciência e esperar por um padrão ou uma provável figura gráfica nesse fundo, podendo ser um fundo duplo/triplo ou até mesmo um Ombro Cabeça Invertido. O BTC tem crescido fortemente pelo 3º dia consecutivo e um padrão de candles (Three White Soldiers) está sendo formado. Se o BTC conseguir manter o “rally” durante o dia de hoje (19/12/2018) teremos um forte sinal de reversão de viés de longo prazo. Este padrão de candle está se formando após um curto período de indecisão que vinha seguindo uma forte tendência de baixa e grandes candles de alta com pequenas sombras implicam que os Touros estão ficando mais fortes e prontos para assumirem o controle do BTC e para que este padrão de candle seja confirmado, o BTC precisa fazer um fechamento diário acima de US$3.800. Ainda não temos 200 períodos no contrato BTCUSD, sendo assim não poderemos usar a EMA/SMA 200, porém, vamos usar a EMA/SMA 100 para filtrar o mercado. Também tracei uma retração fibo para seguir no mercado quando ela começar a alta. Embora o mercado tenha subido 11% hoje, ainda estamos com uma forte tendência de baixa no gráfico de 3d. O gráfico em 1H é o primeiro ponto de divergência gráfica, sendo que H1 esta em ALTA enquanto H2 esta em BAIXA. Acredito que nas próximas horas teremos uma nova entrada dessa divergência. Iota / Dólar Americano Iota supera a MME20 no gráfico diário !!! Isso quer dizer que já supera a média de preços do mês !!! Já temos o HIloActivator comprado e agora podemos ter o disparo de compra pelas médias móveis, a MME5 já tem inclinação positiva. Após forte rali de baixa, acompanhando a mãe das criptomoedas (Bitcoin) tem muito espaço para corrigir positivamente ! Disclaimer: Análises aqui são apenas estudos. Não são recomendações de investimento, nem de compra nem de venda. Tampouco refletem a opinião do veículo de mídia no qual estão sendo vinculadas. São estudos direcionados a pessoas com conhecimento e experiência no mercado. Se você não tem experiência, não opere. E se tiver experiência, não opere também. Nossos Autores: Vabreujr - Valmir Abreu é analista de Criptoativos e Trader. Confira suas análises no TradingView. Gabriel Fauth - Especulador de mercados internacionais, estudante de análise técnica pelo http://forex360.com.br. Confira suas análises no TradingView. Coinder Trade - É DayTrader de criptomoedas. Acompanhe suas análises no TradingView. iTraderBR - Dirigida por Jean Victor focada em análise gráfica de criptomoedas. Youtube Paulo C. Tedesco - Paulo Cesar Cano Ramirez, trader atuante em vários mercados. pctedesco.blogspot.com. Acompanhe suas análises no TradingView. O artigo Mercado Ensaia Alta. Análise do TradingView apareceu primeiro em Livecoins.

3 months ago

O melhor está por vir para o Bitcoin, diz Nobel em Economia 2018

Por: Livecoins Um Nobel em Economia tem a vantagem de ter sua opinião sempre será levada em conta pelo prestígio adquirido, e dessa vez o Bitcoin e demais criptomoedas foram endossadas por um dos grandes intelectuais do mundo atual. Em uma entrevista a Bloomberg no último dia 17 de dezembro, o especialista em economia Paul Romer falou bem da criptografia, pois ela é fundamental para a proteção dos bens que queremos manter seguros e devem ser mais utilizados. Em relação a transações com criptografias, ou também chamadas de criptomoedas, o mesmo disse que há muitas formas atualmente para se realizar trocas de valores de forma digital. Paul comparou as instituições de cartão de crédito, que realizam a manutanção de saldos dos seus usuários, e conseguem saber quem envia para quem, quanto é enviado e quando. Essas entidades seriam centralizadas. Mas com as criptomoedas ninguém tem controle das transações, apesar disso o sistema é seguro, com nodes e mineradores validando as transações com um algoritmo. Na visão de Paul Romer isso é inovador, mas dá ainda um certo medo. A repórter da Bloomberg disse que a maior parte das pessoas que utilizam criptomoedas são as que estão insatisfeitas com os governos, ou ainda com problemas em países como Argentina e Turquia, e Paul disse que os países tem melhorado a capacidade de controlar a inflação, o que poderia não ser uma razão correta para uma maior adoção das criptomoedas. Quando questionado sobre a blockchain, Paul Romer que é um entusiasta de novas tecnologias, foi dito que a tecnologia possui muitas utilidades no mundo, como rastreio. Em contrapartida, o Nobel não acredita que a mesma seja melhor do que a confiança em um governo. A entrevista na íntegra ainda abordou uma pergunta sobre qual moeda fiat poderia substituir o dólar, e Paul citou que faz uma previsão de que em pelo menos cem anos haverá uma solução concorrente ao dólar. Paul é um entusiasta da linguagem Python de programação, e está sempre de olho em novas tecnologias. Paul Michael Romer é um economista norte americano que foi o precurssor da Teoria do Crescimento Endógeno, um campo em alta que pretende explicar os fatores de crescimento da economia. Por fim, de acordo com a visão de um Nobel em Economia de 2018, as criptomoedas podem ter muitas aplicações, e que essa inovação deve ser colocada em prática e levada a mais pessoas para se provar funcional mas que o melhor ainda está por vir. O artigo O melhor está por vir para o Bitcoin, diz Nobel em Economia 2018 apareceu primeiro em Livecoins.

3 months ago

Elastos DPoS Consensus Mechanism, Supernodes, and Election U...

Elastos DPoS Consensus Mechanism, Supernodes, and Election Update #Elastos $ELA #SmartWeb #ElastosNode… https://t.co/SqkPcgZEqU

3 months ago


News courtesy of berminal.com
Enjoying our data? We have spent over 4000 hours on Platform Development and Coin Research. Donations are welcome!
Trading and investing in digital assets is highly speculative and comes with many risks. The analysis / stats on CoinCheckup.com are for informational purposes and should not be considered investment advice. Statements and financial information on CoinCheckup.com should not be construed as an endorsement or recommendation to buy, sell or hold. Please do your own research on all of your investments carefully. Scores are based on common sense Formulas that we personally use to analyse crypto coins & tokens. We'll open source these formulas soon. Past performance is not necessarily indicative of future results. Read the full disclaimer here.
Dark Theme   Light Theme
1